<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A tecnologia de cloud computing vem se mostrando uma ótima ferramenta para auxiliar na gestão de informações e armazenamento de dados. As empresas começaram a contratar provedores de nuvem para se manter atuais e fortes no mercado, entretanto, qual é a melhor opção? Provedores nacionais ou internacionais?

    O sistema de nuvem é muito parecido com a internet, ele não é limitado por nenhuma barreira geográfica. Por isso, é comum encontrar no mercado brasileiro de provedores de nuvem empresas sediadas em outros países.

    Nesse texto, nós vamos abordar as vantagens de se contratar um provedor de nuvem nacional, mas primeiro vamos falar um pouco sobre o cloud computing e os benefícios que ele pode trazer para o ambiente empresarial.

    Cloud Computing

    O conceito de cloud computing se mistura com o próprio conceito da internet. Na rede mundial de computadores as informações disponíveis podem ser acessadas de qualquer lugar do mundo a partir de uma máquina conectada a internet.

    O sistema de cloud computing funciona de forma parecida, as informações são armazenadas em uma nuvem online e não em um servidor físico, por isso, os dados podem ser acessados por qualquer pessoa, em qualquer lugar, desde que ela tenha autorização para ter esse acesso.

    Ao contrário das informações publicadas na internet, que estão à disposição de todos, os dados armazenados dentro de uma nuvem são acessíveis apenas para determinadas pessoas. Por exemplo, as informações de uma empresa que são armazenadas em nuvem podem ser acessadas apenas pelos seus funcionários, mediante a um login e senha válidos.

    Além de oferecer uma capacidade de armazenamento maior, quando comparada aos provedores físicos, a tecnologia do cloud computing permite uma diminuição da dependência das máquinas (computadores e notebooks, por exemplo). Caso algum equipamento apresente defeito, basta fazer o acesso de outra máquina e continuar as operações normalmente.

    Como o Cloud Computing funciona?

    A computação em nuvem é uma tecnologia que utiliza uma série de servidores remotos para fazer a conexão entre os dispositivos do usuário e os seus recursos centralizados (programas e dados armazenados). Dessa forma, eles podem ser acessados de qualquer lugar através de uma conexão com a internet.

    Atualmente, as empresas podem escolher entre três modelos de cloud computing, são eles:

    Público

    Nesse modelo, empresas terceiras fornecem serviços em nuvem, como os servidores e a capacidade de armazenamento. Dessa forma, as empresas são responsáveis pelos conteúdos que são subidos para a nuvem, enquanto o provedor contratado se encarrega do gerenciamento, manutenção e da segurança.

    Os dados armazenados na nuvem ficam disponíveis na internet e podem ser acessados por diferentes usuários de forma simultânea.

    Privada

    Nesse modelo a empresa possui sua própria infraestrutura de cloud computing, dessa forma, o acesso às informações fica restringido a usuários autorizados. Esse modelo também permite que a empresa consiga personalizar os serviços de computação em nuvem de acordo com suas necessidades.

    O modelo de nuvem privada é utilizado por empresas que precisam seguir rígidos regulamentos e normas de segurança para garantir a privacidade das informações com as quais trabalham. Por exemplo, bancos e órgãos do governo utilizam um modelo de nuvem privado.

    Hibrida

    O modelo hibrido nada mais é do que um modelo de cloud computing que mistura a nuvem pública e a privada, de modo que é possível fazer o compartilhamento de informações entre os dois modelos ativos.

    Sendo assim, alguns recursos da empresa podem utilizar uma nuvem privada, enquanto as atividades menos sensíveis podem fazer uso de um modelo de nuvem pública. Sempre seguindo as necessidades da empresa.

    Benefícios que o Cloud Computing traz as empresas.

    Além de mais espaço para armazenar a quantidade de dados, cada vez maior, produzidos pelas empresas. A adesão a um sistema de cloud computing oferece uma série de benefícios para os negócios que decidem adotá-lo. Alguns deles são:

    Escalabilidade

    Um dos benefícios de se adotar o cloud computing é a escalabilidade que o sistema proporciona. Ou seja, ele tem a capacidade de crescer junto com a empresa e suas demandas. Com isso, é possível acompanhar as mudanças exigidas pelo mercado sem que seja necessário um grande esforço.

    Além disso, a fácil escalabilidade garante que os negócios possam se manter competitivos dentro do mercado, já que, o retorno sobre o investimento feito no cloud computing é rapidamente revertido em ganho de produtividade dos colaboradores e em uma redução nos gastos com tecnologia.

    Centralização das Informações

    A partir da adesão ao cloud computing os dados produzidos pela empresa não ficam mais armazenados em diferentes programas ou em mais de uma central de armazenamento físico. Agora, toda a informação produzida é direcionada para a nuvem da empresa.

    Com isso, os colaboradores têm acesso facilitado aos dados que procuram para a realização de seus serviços. Além disso, esse sistema evita retrabalho, já que a mesma informação pode ser utilizada por diferentes setores da empresa.

    Sem barreiras

    A nuvem funciona como um espaço onde todos os colaboradores da empresa podem compartilhar informações, não importa onde eles estejam. Os funcionários que estão na sede tem acesso aos mesmos dados do que aqueles que trabalham na filial ou um colega que está em regine de home office.

    Com o cloud computing é possível fazer o upload de diversos arquivos; permitir que várias pessoas editem o mesmo material e acompanhar, em tempo real, as alterações que estão sendo feitas. Essas características agilizam o trabalho realizado pelos colaboradores, otimizando o tempo gasto.

    Mobilidade

    Outro grande benefício da cloud computing é que ela permite uma mobilidade de todos os processos. Os colaboradores não precisam mais se deslocar ao escritório da empresa para ter acesso aos dados e informações pertinentes ao seu trabalho, agora tudo pode ser feito remotamente, basta ter acesso a um dispositivo móvel ou um computador conectado com a internet.

    Além disso, a mobilidade corporativa proporcionada pela nuvem é uma forma de otimizar o tempo gasto nas atividades, isso porque os colaboradores continuam produzindo e alimentando o sistema com dados, mesmo quando estão realizando algum trabalho de campo.

    Os serviços do cloud computing

    O cloud computing oferece uma gama de serviços diferentes para as empresas, entretanto, três deles são os mais comuns:

    Software como serviço: esse tipo de serviço garante que a empresa tenha acesso a determinado software sem precisar comprar a licença de uso. A utilização desse programa é feita através da nuvem.

    Além disso, a empresa não precisa se preocupar com a instalação e configuração do software em diferentes computadores. É tudo feito e disponibilizado online para os usuários.

    Plataforma como serviço: esse serviço funciona no sistema on demand, no qual a empresa pode criar, modificar e melhorar diversos aplicativos e programas de acordo com as suas necessidades. Esse tipo de serviço também inclui o sistema operacional e um gerenciamento de banco de dados.

    Infraestrutura como serviço: modelo mais completo de serviços oferecidos pelas empresas de cloud computing, nele os diversos recursos de infraestrutura (data center, servidores e hardwares em geral) podem ser alugados. A empresa contratante utiliza os equipamentos de acordo com suas necessidades e paga apenas o que usa.

    As vantagens de contratar um provedor nacional de nuvem

    Os serviços oferecidos pelas empresas de cloud computing já são reconhecidos pelos empreendimentos por conta das diversas vantagens que eles trazem para o negócio. Essa nova tecnologia trouxe mais praticidade para o armazenamento de dados, mobilidade, hospedagem e backup de informações.

    Empresas, de todos os tamanhos, já perceberam que adotar a computação em nuvem é um diferencial dentro do mercado, por isso, os valores investidos nesse seguimento seguem crescendo, ano após ano.

    Diante disso, as empresas brasileiras de computação em nuvem também fizeram investimentos na área e, hoje, os serviços oferecidos pelas empresas nacionais são tão bons ou melhores do que os das firmas estrangeiras que atendem no Brasil. Além disso, o cloud computing brasileiro passou a desenvolver soluções empresarias completas, pensadas para o público nacional, o que pode ser a diferença entre o fracasso e o sucesso.

    Mesmo com todo esse avanço, as empresas brasileiras de computação em nuvem ainda são alvos de fortes preconceitos por parte de alguns. Afinal, o conceito de que produtos ou serviços estrangeiros são melhores continua arraigado na sociedade.

    Essa interpretação errada da qualidade dos serviços nacionais pode causar sérios problemas para a instituição que pretende contratar os serviços de cloud computing, já que pode levar as empresas a adquirirem pacotes que são incompatíveis com as suas necessidades e com seus sistemas.

    Algumas das vantagens de se contratar uma empresa brasileira de computação em nuvem são as seguintes:

    Latência

    A latência se refere a quantidade de tempo que leva para que o host de origem responda aos comandos do host de destino. Ou seja, é o tempo que demora para o servidor identificar e responder às ordens vindas de outros equipamentos.

    Dessa forma, quanto maior a distância física entre o equipamento e seu servidor, maior será o tempo de latência do sistema. Ou seja, servidores que estão instalados em outros países demoram mais para responder os comandos de equipamentos localizados no Brasil.

    Se uma empresa precisa de respostas rápidas para realizar suas atividades cotidianas, um provedor de computação em nuvem nacional pode oferecer um serviço melhor e mais ágil do que suas concorrentes internacionais.

    Suporte

    Um item muito importante que deve ser avaliado na contratação de qualquer empresa de tecnologia é o suporte que ela oferece. Apesar de serem raros, é possível que ocorram imprevistos, instabilidades e, até mesmo, falhas humanas. Nesses momentos um suporte de qualidade é essencial para que a empresa mantenha sua atividade.

    Apesar das empresas estrangeiras oferecerem suporte em tempo real,  alguns detalhes podem atrapalhar, como a diferença de fuso horário entre o Brasil e a sede da empresa de cloud computing e a barreira linguística entre os dois países.

    Os serviços de computação em nuvem nacionais não sofrem com essas dificuldades. As empresas brasileiras podem ser contatadas com mais facilidade e agilidade, além disso, a resposta ao pedido de suporte é mais rápida. Caso seja necessário a visita de um técnico, ele também levará menos tempo para chegar.

    Segurança

    A questão da segurança de dados não costuma ser um grande diferencial entre as empresas de cloud computing, já que toda a tecnologia é criptografada e protegida por diversos sistemas. Além disso, os servidores devem seguir diversas normas de segurança, que são praticamente as mesmas pelo mundo todo.

    Entretanto, cada país possui a sua própria política de segurança, com normas e leis específicas de cada lugar. Isso pode acabar causando confusão em relação ao que se aplicada aos negócios nacionais e aos sediados em outros países.

    Por exemplo, a legislação de determinados países permite que dados de empresas contratantes de serviços possam ser acessados sem autorização. Dessa forma, as informações armazenadas na nuvem podem ser vistas por integrantes de outros governos.

    As empresas de nuvem nacionais trabalham sob o mesmo guarda-chuva de leis que as empresas que vão contratá-las. A Lei Geral de Proteção de Dados é que vai regular a formar como as informações serão tratadas no território brasileiro.

    Pagamento

    Quando uma empresa estrangeira é contratada para fazer um serviço é comum que ela exija que seu pagamento seja feito em uma moeda de circulação internacional, o que não é o caso do Real brasileiro. Portanto, a cobrança será feita em Dólar Americano ou em Euros, que são as moedas mais usadas em transações internacionais.

    Pode não parecer grande coisa, afinal o mundo está globalizado e trocar moeda não é difícil. Entretanto, ao definir um valor de cobrança em moeda internacional o preço pago pela empresa brasileira fica sujeito às oscilações do mercado financeiro.

    Ou seja, se a cotação do Dólar sobe de um mês para o outro a empresa terá que desembolsar uma quantidade maior de dinheiro para cobrir a mesma despesa. Isso interfere no balancete financeiro da empresa, já que o valor dessas moedas tende a aumentar em relação ao Real.

    Contratando uma empresa de computação em nuvem sediada no Brasil, esse tipo de problema não acontece. O valor do serviço é definido em Real (moeda corrente no Brasil) e não sofre variações durante a vigência dos contratos.

    Essas são as principais vantagens de contar com um provedor nacional para migrar o seu negócio para a nuvem! Quer saber mais sobre as soluções em nuvem da EVEO? Fale com um de nossos consultores!