<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

     

    A ITIL é aplicada há muitos anos para integrar a tecnologia com a estratégia de um negócio. Com o desenvolvimento da computação em nuvem, surgiram questionamentos em relação à eficácia da ITIL.

    Antes de combiná-la com a computação em nuvem e a virtualização, um gestor de TI precisa avaliar se ela ainda é relevante. 

    Neste artigo, vamos explicar a importância da ITIL nos dias de hoje e o porquê devemos ajustar esses processos e adaptá-los à nova realidade. 

    Continue a leitura!

    A ITIL ainda é relevante com computação em nuvem e virtualização?

    ITIL significa Information Technology Infrastructure Library (Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação) e é um guia de boas práticas, criado no final da década de 80, pelo governo britânico. Sua última atualização foi em 2019, o que faz com que ainda seja bastante usado pelas empresas.

    Basicamente, a ITIL é fundamental na computação em nuvem, principalmente por trazer modelos de gestão de TI testados e reconhecidos em todo o mundo. 

    Com a computação em nuvem, os provedores externos fazem a maioria do trabalho, portanto, as equipes de operações na nuvem devem mudar para o gerenciamento de serviços e provedores de serviços. 

    O controle de serviço e a gestão interna são essenciais para manter os níveis de serviço (SLA) especialmente na compra de um serviço de terceiros, o que faz com que a ITIL seja extremamente importante.

    Ela é capaz de auxiliar na definição da estratégia de serviços, garantindo o alinhamento com os objetivos do negócio com um todo. Na verdade, ela ajuda na própria definição de estratégias e níveis de serviço oferecidos pelo parceiro de computação em nuvem.

    Ao investir em ITIL, as empresas estão consolidando ainda mais os seus processos de gestão da tecnologia da informação. A ITIL também pode ser usada em conjunto com a metodologia Agile, voltada para gestão de projetos. 

    A importância de ajustar processos de ITIL

    A ITIL descreve procedimentos, processos, listas de verificação e tarefas que podem ser aplicados para integrar a tecnologia com a estratégia da organização, assegurando um nível mínimo de competência.

    Com uma coleção de boas práticas, testadas e aprovadas pelo mercado, a ITIL já atende alguns conceitos de Agile e Cloud, desde a atualização de 2019. 

    Geralmente, a ITIL é otimizada para melhorar a disponibilidade de componentes e sistemas. Entretanto, a ITIL aplicada na nuvem exige confiabilidade de serviço em vez de disponibilidade de componentes. 

    É imprescindível que haja, com o apoio da ITIL, um monitoramento da privacidade do processamento e das informações, assim como da segurança, disponibilidade dos serviços oferecidos e conformidade de acesso.

    À medida que as empresas começam a usar serviços de computação em nuvem, os líderes de TI encontram dificuldades em aplicar as soluções tradicionais baseadas em ITIL à nuvem, gerando muita frustração. 

    Isso torna necessária uma discussão profunda sobre novas formas de implementar essas boas práticas, para atender a essa demanda e suportar as operações na nuvem.

    Como ajustar processos?

    Em primeiro lugar, você precisa se familiarizar com a ITIL e a computação em nuvem. Procure entender sobre governança, qualidade, maturidade, mudança organizacional e gerenciamento de projetos. 

    A governança, a conformidade e a auditoria de TI devem se ajustar aos novos processos de gerenciamento de mudanças. Além disso, a gestão de acessos deve ser feita de acordo com as atualizações de funções e responsabilidades.

    Avalie também a sua implementação ITIL existente e determine se as equipes da empresa possuem o nível de habilidade necessário para usar a ITIL com a computação em nuvem.

    Considerações necessárias para o ajuste entre ITIL e computação em nuvem

    Ao fazer a transição para um ambiente de computação em nuvem, você precisa definir controles e processos mais robustos, capazes de garantir a integridade e a disponibilidade do serviço com o mínimo de interrupção. A ITIL ajuda justamente na definição das atividades e controles da mudança.

    Ao avaliar as habilidades, considere:

    • O nível de serviço e o gerenciamento de fornecedores se transformam de “bom ter” para “absolutamente obrigatório”;
    • O gerenciamento de capacidade assume um significado totalmente novo, mudando de componente (longo prazo de entrega) para serviço (quase em tempo real). Além disso, com a nuvem, remover o excesso de capacidade é um fator crítico de sucesso e não uma tarefa que as equipes de TI tradicionais são capazes de realizar;
    • O gerenciamento de incidentes e problemas muda das principais investigações e solução de problemas para a coleta de informações e comunicação do status;
    • A estratégia muda de “construir ou comprar” para “alugar” e o portfólio de serviços requer atenção cuidadosa para maximizar os benefícios.

    Entenda que, na nuvem, as equipes de desenvolvimento podem querer lançar software diariamente ou mesmo a cada hora. A tradicional reunião semanal ou mensal de planejamento de mudanças é muito lenta. 

    Assim, os processos existentes de gerenciamento de mudanças e liberação devem mudar. A governança, conformidade e auditoria de TI devem se ajustar aos novos processos de gerenciamento de mudanças, incluindo conformidade de TI, segurança e controles gerais de computação. Além disso, o gerenciamento de acesso deve ser transformado para acomodar a mudança de funções e responsabilidades.

    Prepare-se para a mudança

    As implicações da computação em nuvem nas melhores práticas de ITIL dependem tanto dos modelos de serviço quanto dos modelos de implantação. Todas as considerações descritas até agora são, de fato, altamente dependentes dos tipos de serviços (IaaS, PaaS e SaaS) e dos modelos de entrega selecionados (privado, público, híbrido). 

    Para analisar as implicações da computação em nuvem no gerenciamento de serviços, uma abordagem melhor é observar os modelos específicos adotados para permitir que as melhores práticas de ITIL sejam conduzidas.

    Após a adaptação dos processos, o negócio terá sua agilidade e qualidade aprimoradas, aproveitando os benefícios da gestão dos processos e o crescimento de receita, registrados com a adoção da computação em nuvem.

    É interessante que haja um processo voltado para a melhoria contínua, desenvolvido tanto pela contratante quanto pela empresa prestadora do serviço de computação em nuvem.

    Agora, você já descobriu que a ITIL ainda é relevante com a computação em nuvem, porém é importante ajustar os processos organizacionais. 

    Confira nosso artigo sobre governança na nuvem e aprofunde seus conhecimentos sobre o assunto!