<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Existem diferentes modalidades de serviços em nuvem que podem ser contratados atualmente. Em meio a essa variedade, é importante verificar se a tecnologia utilizada é a mais adequada para o negócio. A melhor forma de identificar isso é avaliar o desempenho da solução cloud.

    Entretanto, é preciso entender quais itens devem ser analisados para garantir um ambiente com todos os benefícios desejados, como alta disponibilidade, tipo de armazenamento adequado, processamento rápido, entre outros.

    A seguir, mostramos por que vale a pena investir em uma solução em nuvem e como avaliar o seu desempenho. Continue a leitura para saber mais!

    Por que investir em uma solução Cloud?

    Diversos fatores contribuem para que uma empresa decida investir em uma solução cloud. Confira, a seguir, os principais benefícios de fazer essa escolha.

    Utilizar as vantagens da virtualização

    A tecnologia cloud não deixa de ser um processo de virtualização. O que muda, na verdade, é que ela utiliza camadas de redundância para fazer a operação e ter alta disponibilidade. Assim, essa é uma das principais vantagens da virtualização com o cloud.

    Obter melhor desempenho

    Diversas variáveis contribuem para que a solução tenha um bom desempenho. Os recursos de uma máquina virtual são dimensionados em memória, processador e armazenamento. Apesar de ter as variáveis fixas, alguns pontos devem ser avaliados para um resultado diferente.

    A questão do processador, por exemplo, apesar da medida feita entre todos os provedores, há um ponto importante a considerar nesse item, que é o clock, ou seja, a velocidade de processamento da CPU. Isso porque mesmo que a solução tenha um grande número de CPUs, é preciso que o clock, que é a velocidade em Gigahertz (GHz), seja rápido e com capacidade de processamento rápida.

    Reduzir custos com infraestrutura

    Ao virtualizar um equipamento, é possível explorar melhor todos os recursos físicos dele. Dessa forma, há uma maior otimização sobre o investimento realizado. Ao contratar uma assistência profissional em nuvem, como é o caso da EVEO, é feita uma contratação muito adequada às necessidades de consumo da aplicação.

    Portanto, não é preciso contratar um servidor gigantesco, nem comprar uma máquina física. Em vez disso, pode-se investir em microsserviços, que são voltados para containers. Essa tecnologia utiliza o processo de fazer pequenas caixas adequadas para atender diretamente a um serviço, como o CRM da empresa, o e-mail ou outra aplicação que é possível colocar em máquinas virtuais pequenas.

    Dessa forma, o investimento é muito inferior e os resultados, principalmente, são muito mais qualificados que montar uma alta disponibilidade própria. Portanto, é uma relação custo-benefício perfeita, na qual não é preciso ter gasto e investimento com gestor de virtualização, já que o serviço é contratado em nuvem.

    Vale ressaltar que o gestor da virtualização é a empresa, o provedor de serviços que será responsável por administrar. Então, os benefícios são muitos quando é possível segmentar e medir a relação da empresa em tecnologia.

     

    Ao transformar as aplicações, como CRM, sites, portal de negócios etc., em pequenas máquinas virtuais, a empresa faz um investimento mais adequado que comprar diversas máquinas físicas e colocar em um hack próprio, sem mensurar com exatidão qual o consumo necessário.

    Como medir o desempenho da solução Cloud?

    Ao investir em uma solução em nuvem é importante monitorar o seu desempenho para avaliar a performance. Confira, a seguir, o que é preciso medir para analisar a qualidade da solução.

    Acompanhe o consumo dos recursos de máquina

    Existem sistemas de monitoramento que visam automatizar esse tipo de análise e gerar alarmes em relação à ocorrência. Os mais conhecidos são Nagios e Zabbix, que são ferramentas de monitoração bastante utilizadas e têm como objetivo fazer o acompanhamento das competências do servidor.

    Elas acompanham como está o consumo de memória, de processamento e, às vezes, até um teste funcional de leitura e escrita de disco, entrando até mesmo nas competências de aplicação. Existem softwares que são exclusivamente focados em monitoração nesse tipo de ambiente.

    É interessante fazer uma adaptação da operação para ter realmente monitoração e, dessa forma, saber como está o consumo da máquina virtual. Ou seja, se a operação precisa escalar ou algo nesse sentido. Ainda com relação a I/O e velocidade, existe uma série de comandos nativos do sistema operacional com os quais é possível medir a taxa de leitura e escrita.

    Analise o armazenamento

    Memória é uma variável universal, isto é, não faz diferença no que analisar, pois estará mais ou menos alinhada a todos os serviços. O principal ponto de atenção em virtualização é o armazenamento. Ainda que se divulgue muito o armazenamento em SSD, existem vários tipos de variações em relação a esse recurso. Isso significa que, em termos de qualidade da composição do volume, há uma grande diferença e capacidade de medição real na qualidade do servidor cloud.

    Ao fazer um storage híbrido de SSD com armazenamento um pouco mais lento, ele ainda é anunciado como um armazenamento SSD, mesmo que o SSD seja somente a parte híbrida da composição.

    Entre as opções oferecidas no mercado, estão o armazenamento hiperconvergente — dentro dos próprios servidores que realizam a virtualização — até o armazenamento mais lento. Por isso, é muito importante analisar com exatidão se a composição é de 100% SSD, se há hiperconvergência e se é entregue toda a velocidade proposta.

    O medidor e a variável de medição da velocidade é o I/O, como input e output, e a capacidade de leitura e escrita, ou seja, é a velocidade para ler e escrever no disco. Ao mudar de um provedor de serviço para outro, essa é uma das características que determina se o servidor cloud contratado é melhor ou pior.

    Como funciona a solução Cloud da EVEO?

    A EVEO, na verdade, trabalha com diversos tipos de armazenamento para cloud. Além de oferecer a ambientação na tecnologia OpenStack, que hoje é top of mind do mercado, tem referência mundial nas principais empresas de tecnologia do mundo, tem uma certificação Red Hat em cima dessa implementação de OpenStack, além de oferecer processador com o clock bastante rápido.

    Então, mesmo com um servidor com poucas CPUs virtuais, tem um ótimo desempenho e, principalmente, oferece diferentes tipos de armazenamento, que é um fator importante na máquina virtual. A EVEO oferece desde o que existe de melhor em termos de armazenamento até o modelo bastante frio, com custo por giga muito baixo.

    Normalmente, em muitos provedores do mercado, é usado o armazenamento frio e divulgado como sendo SSD, que é a composição bastante híbrida e que não entrega tanta performance. Quando a EVEO pega esses projetos e converte para a nossa estrutura, o resultado é bastante representativo em termos de qualidade.

    Por isso, é importante que a empresa que busca novos serviços, analise se na sua estrutura atual não existe um gap de armazenamento e, então, conheça a solução da EVEO sobre esse recurso. A questão da adaptabilidade do ambiente cloud da EVEO pelo projeto é excelente, pois consegue atender tanto às demandas de muito I/O, de muita leitura e escrita simultânea, como em projetos nos quais a expectativa é volumetria e o autoarmazenamento de algo que não é manipulado com frequência.

    Isso é muito comum em servidores de arquivos, bastante utilizados em escritórios de advocacia que guardam uma série de documentos e não os manipulam com frequência. Então, um armazenamento frio bastante barato com custo por giga bem reduzido é uma boa alternativa. A EVEO tem como palavra de ordem para a sua solução de cloud server: adaptabilidade.

    Avaliar o desempenho da solução cloud é importante para garantir o máximo aproveitamento da tecnologia e todos os benefícios de investir em um serviço em nuvem. Para isso, analise questões importantes como a mensuração dos recursos disponíveis, além do tipo e a velocidade do modelo de armazenamento utilizado.

    Agora que você já sabe da importância de analisar os recursos dos serviços em nuvem, entre em contato com a EVEO e conheça as nossas soluções!