<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Servidores são uma parte importante do gerenciamento de TI de uma empresa especialmente se o site ou software da entidade for um item essencial para o funcionamento do seu modelo de negócio como o que ocorre em e-commerce, por exemplo.

    Garantir a integridade e disponibilidade desses sistemas com intuito de proporcionar a melhor experiência ao cliente é algo fundamental para se manter competitivo e respeitado no mercado. Porém, é preciso entender qual a configuração de servidor é a mais adequada para a sua empresa.

    Os servidores VPS são uma das soluções disponíveis que apresentam uma ótima relação custo-benefício, uma ótima estrutura para a hospedagem do seu sistema e recursos de gestão muito avançados e flexíveis. O objetivo deste material é justamente apresentar a você um guia completo sobre os servidores VPS e suas principais características.

    Para isso, vamos discorrer sobre as dúvidas mais frequentes relacionadas ao tema desde as mais básicas como: o que é o servidor VPS? Como funciona? Até perguntas mais profundas que explicam em detalhes quais as suas vantagens, limitações, como se dá a virtualização e as suas diferenças para outros tipos de servidores.

    Você também vai entender para quais necessidades um VPS é mais indicado e aprenderá sobre como escolher o tipo de VPS certo para seu projeto. Curioso? Pronto para responder a todas essas questões? Então mantenha a atenção e boa leitura!

    O que é o servidor VPS?

    VPS é uma sigla que representa o termo Virtual Private Server que traduzido significa Servidor Virtual Privado. Trata-se de um tipo de hospedagem que utiliza técnicas de virtualização para se tornar uma opção mais vantajosa entre uma hospedagem compartilhada comum e os custosos servidores dedicados.

    Na prática, o VPS funciona como um servidor físico poderoso que é compartimentado com o intuito de gerar vários servidores que funcionam virtualmente e de maneira isolada um dos outros.

    A grande vantagem desse modelo é que mesmo que os recursos de hardware como capacidade de processamento, memória RAM disponível, nível de tráfego e espaço em disco estejam, de fato, sendo compartilhados ao mesmo tempo, também se encontram dedicados cada um a único servidor virtual.

    Assim, cada conta tem uma administração independente o que confere ao servidor VPS grande liberdade para configuração do sistema segundo a necessidade do contratante, podendo personalizar programas, scripts e processos como desejar.

    Então, podemos afirmar que, na prática, um Servidor VPS opera da mesma forma como opera um servidor dedicado, ainda que tenha uma força de processamento menor se comparado ao mesmo, porém possibilitando menores custos com servidores.

    Acredito que você tenha começado a ter uma noção sobre o conceito de um servidor VPS. Caso ainda tenha dúvidas não se preocupe. Nos próximos capítulos vamos mergulhar ainda mais no tema e descobrir detalhes sobre o funcionamento e características desse servidor. Continue acompanhando!

    Como funciona?

    Como você acabou de ver no capítulo anterior a solução VPS funciona da mesma maneira do que um servidor dedicado, sendo, porém, na prática, um ambiente compartilhado com diferentes usuários. Você também viu que essa característica só é possível graças ao processo de virtualização que consegue executar em um hardware comum diferentes sistemas operacionais que não interferem entre si e que operam de maneira isolada.

    Ótimo, com esse conceito bem claro em sua mente fica mais fácil explicar o próximo item chamado Hypervisor. O "Hypervisor" nada mais é do que um software capaz de implementar a divisão do hardware base de um servidor dedicado em compartimentos menores, fatiando cada um desses módulos em máquinas virtuais, surgindo assim um VPS.

    Assim os recursos de cada compartimento, ou máquina virtual são configurados conforme as necessidades do usuário contratante formando diferentes servidores dentro de um único servidor, ou melhor, diferentes espaços privados dentro de um único servidor dedicado.

    Outro ponto importante que precisa ser reforçado é a independência de cada servidor, pois diferente do que ocorre nas hospedagens compartilhadas, o desempenho do seu portal não sofre nenhuma influência dos demais sites hospedados no mesmo servidor. Servidores VPS não são afetados pela atividade dos seus, também Sistemas Operacionais próprios que facilitam o controle das aplicações com que se deseja trabalhar.

    Por fim resta entender o funcionamento de um servidor VPS segundo a sua configuração, sendo classificados de duas maneiras distintas: os servidores semigerenciados e gerenciados. Após a escolha do plano os provedores de servidores gerenciados realizam uma configuração inicial e em seguida fornecem um painel de controle para a gestão do sistema.

    Dessa forma, depois de escolhida as características desejadas, a empresa contratante do servidor não precisará ter outras preocupações podendo contar ainda com os serviços de suporte disponíveis diuturnamente 7 dias da semana ao longo de todo ano.

    Já os provedores de servidores semi-gerenciados também oferecem uma configuração inicial, porém muito mais básica, cabendo a empresa contratante a responsabilidade pela implantação e monitoria dos recursos com que deseja trabalhar.

    Essas duas modalidades servem a propósitos distintos, mas podemos notar uma certa vantagem pelo servidor VPS gerenciado, sobretudo se adotarmos o ponto de vista da facilidade de implementação.

    Quais suas vantagens?

    Agora que você já aprendeu sobre o que é e como funciona um servidor VPS, chegou o momento de conhecermos um pouco mais sobre os principais benefícios que esses servidores proporcionam para pessoas e empresas. Confira!

    1. Recursos dedicados

    Com os servidores VPS você conta com recursos da máquina que são dedicados a sua conta como: a capacidade de processamento, o espaço em disco e a memória. Discos SSD (com velocidade 10 vezes maior do que os discos tradicionais) armazenam os dados do site conferindo um desempenho superior a todas as aplicações hospedadas.

    2. Liberdade para customização

    Por meio de um painel administrativo é possível que o usuário administre sua hospedagem e adapte as configurações do servidor conforme a sua necessidade. Como exemplo podemos citar a capacidade de personalização do DNS segundo o seu domínio, a instalação e execução de aplicações diversas.

    3. Crescimento facilitado

    Servidores VPS são uma excelente opção para as empresas que estão em um momento de crescimento. Sites que começaram pequenos e agora já começam a despontar estão no limiar entre as limitações de um servidor compartilhado, sem demandar ainda por grandes recursos presentes em um servidor dedicado. Com o VPS é possível migrar para um plano maior conforme o seu site vai demandando por mais espaço, tráfego e velocidade facilitando o seu processo de expansão.

    4. Custo baixo

    Os valores para contratação de um servidor VPS variam conforme os fornecedores e o tipo de plano escolhido pelo cliente. Ainda assim, o custo-benefício dos servidores VPS são muito relevantes, pois é possível contar com características de servidores dedicados por um valor muito inferior, muito mais competitivo principalmente para sites em crescimento.

    5. Recursos de Segurança

    A preocupação com a segurança dos seus dados e informações é sanada pelos recursos disponíveis na hospedagem VPS. São várias camadas de segurança que envolvem Firewall IPTables, Certificado SSL, Proteção Centralizada DDoS e muito mais.

    6. Virtualização KVM

    Servidores VPS garantem ambientes virtuais autônomos, independentes e de alta performance graças ao uso da virtualização KVM. Isso representa mais tranquilidade e segurança, pois o desempenho do seu portal (ao contrário de hospedagens compartilhadas) em nada é afetado pelo desempenho de outros portais vizinhos presentes no mesmo servidor.

    Quais suas diferenças para outros tipos de hospedagem?

    Tipos de servidor de hospedagem de site são estipulados segundo o nível de personalização dos servidores que os provedores disponibilizam aos usuários, variando também em desempenho e preço. Para saber mais, confira a seguir a comparação feita entre os servidores VPS e o demais tipos de hospedagem.

    Hospedagem Compartilhada

    Essa é a modalidade de hospedagem mais utilizada por sites e blogs ainda em início de operação que têm um tráfego menor de visitas. Como o próprio nome indica, nessa hospedagem o seu site utiliza um mesmo servidor físico que muitos outros clientes do mesmo provedor. A falta de recursos dedicados tem como consequência um desempenho inferior em relação aos demais, pois a operação dos seus sites são diretamente afetadas pelas demandas uns dos outros.

    Assim, caso algum “site vizinho” apresente algum pico de acesso, a velocidade de carregamento das páginas do seu site pode aumentar provocando lentidão e como consequência acabar afetando a experiência do visitante do seu site. Outra característica desse modelo é a falta de personalização das configurações do servidor, sendo a empresa provedora a única capaz de executá-las.

    Hospedagem Dedicada

    A hospedagem dedicada é o suprassumo dos serviços de hospedagem uma vez que conferem aos seus usuários total liberdade e controle sobre os seus recursos.

    Geralmente um servidor físico é alugado para esse fim, dando maior flexibilidade e velocidade ao portal. Essa é uma solução muito indicada para sites que apresentam um grande volume de tráfego e devido ao seu custo pode não ser a melhor opção para blogs ou sites menores ainda no início de jornada.

    Diferente do que ocorre nos servidores VPS não são apenas os recursos de software como aplicações e o sistema operacional que podem ser personalizados segundo o gosto do usuário, mas também os recursos de hardware do servidor já que eles estão disponíveis exclusivamente para o atendimento das necessidades do contratante.

    Hospedagem Cloud

    Esse tipo de hospedagem não utiliza apenas um servidor, mas um conjunto de servidores que operam em nuvem armazenando cada cópia recente do seu site. Essa característica permite que a hospedagem cloud nunca esteja inativa, pois o direcionamento de tráfego é efetuado para outros servidores sempre que algum servidor estiver muito ocupado.

    VPS e Cloud Center não são ferramentas excludentes uma da outra, na verdade muitos provedores preferem combinar as duas tecnologias oferecendo serviços de hospedagem VPS baseadas em uma infraestrutura em nuvem. Agindo dessa forma é possível fornecer um desempenho superior e mais confiança aos servidores virtuais.

    Hospedagem WordPress

    É um tipo de Hospedagem ofertada especificamente a usuários de WordPress. Esse serviço possui configurações próprias e conta com funcionalidades específicas como instalação one click e plugins já pré-instalados. Os provedores que oferecem Hospedagem WordPress geralmente o fazem por meio de um serviço de hospedagem compartilhada.

    Configurar um site Wordpress em um servidor VPS é possível, porém quem faz essa escolha não terá acesso a muitos recursos de personalização, ainda que consiga instalar um ambiente de hospedagem mais adaptado às suas necessidades.

    Para quem o VPS é indicado?

    Um servidor VPS pode ser uma ótima pedida para aquelas empresas que estão em processo de expansão dos seus sites e blogs ou, ainda, que precisam de um controle maior sobre as suas aplicações. Sites que demandem por recursos disponíveis apenas em servidores dedicados e que, ao mesmo tempo, estão bem servidos pela capacidade de processamento e memória de um servidor compartilhado, geralmente são o perfil ideal de cliente de um servidor VPS.

    Sendo assim, se você envia e-mails de maneira mais pontual e não tem um fluxo muito alto de acessos. Se deseja contar com Firewall próprio ou personalizado e se deseja realizar modificações globais em variáveis do PHP e de outros parâmetros do servidor, saiba que o Servidor VPS é para você.

    Ao optar por servidores VPS você poderá contar com grande flexibilidade para executar customizações e consumir mais recursos como espaço em disco, memória e processamento conforme o crescimento do seu site ou projeto web avança e pedem por uma maior performance.

    Programadores e Desenvolvedores Web também são ótimos candidatos para servidores VPS, pois é nele que encontram o meio ideal para a realização de testes, criação de servidores privados, desenvolvimento de novos ambientes, manutenção de sistemas, instalação de aplicações Ruby, JSP (Java/Tomcat), Perl, PostgreSQL, Python (Django) e muito mais.

    Basicamente, podemos definir como regra para indicar servidores VPS a observação de que o seu projeto, mesmo que ainda não seja muito grande a ponto de exigir a aquisição imediata de um servidor dedicado, continuamente esbarra nos limites de uso estipulados pela hospedagem compartilhada.

    Outros projetos de médio a grande porte no que se refere a quantidade de acessos e vistas como sites institucionais, blogs mais famosos, e-commerces e sites de jogos, por exemplo, também são candidatos importantes para esse tipo de solução.

    Suas limitações?

    Depois de conhecer as vantagens dos servidores VPS é preciso também destacar algumas possíveis desvantagens e limitações que esses servidores podem apresentar, afinal nem tudo são flores quando falamos em tecnologia. A principal delas talvez é a necessidade de conhecimento especializado para a sua administração.

    Para contornar esse problema, alguns fornecedores (mais atentos ao mercado) já oferecem painéis de controle mais intuitivos muito próximos dos existentes em hospedagens compartilhadas comuns. Diante disso fica a dica. Se você não tem conhecimentos técnicos sobre o tema procure por servidores VPS que sejam simples de gerenciar como o cPanel ou outros similares.

    Outro ponto importante de avaliação é verificar os planos disponíveis para contratação e compará-los com as demandas da sua empresa, pois planos de hospedagem muito limitados com o tempo o farão migrar para servidores dedicados o que representaria um grande salto em custos que podem ser evitados com a procura pelos melhores pacotes de outros provedores disponíveis no mercado.

    Como é o processo de virtualização?

    Chegou o momento de aprofundarmos os nossos conhecimentos sobre o processo de virtualização, afinal se quisermos de fato compreender a operacionalização dos Servidores VPS é fundamental abordarmos o funcionamento da tecnologia de virtualização.

    De maneira bem objetiva podemos entender a virtualização como a ferramenta capaz de fatiar os recursos computacionais de um servidor dedicado, distribuindo a sua capacidade total em diferentes compartimentos, criando máquinas virtuais para vários usuários que executam as suas funções de maneira independente umas das outras.

    Um dos grandes benefícios dessa tecnologia é permitir o total aproveitamento dos recursos de hardware existentes como: CPU, memória e espaço de armazenamento. Sendo assim, sempre que qualquer um desses componentes está sendo subutilizada ele poderá ser disponibilizado para o uso de outro usuário.

    A virtualização possibilita a criação de múltiplos sistemas operacionais que sejam executados em um mesmo servidor físico. Dessa forma o ambiente computacional opera em uma estrutura independente possibilitando a execução de tarefas e aplicações livres que proporcionam o máximo de desempenho sem incorrer em desperdícios.

    Podemos concluir então que é graças a virtualização que os servidores VPS representam uma solução tão atraente entre os tipos de servidores e os provedores de hospedagem.

    Como escolher o tipo de VPS certo para seu projeto?

    Com tudo o que apresentamos até aqui não é de se admirar que você já esteja decidido em adotar um servidor VPS para as suas necessidades. Porém, qual é a forma correta de escolher um servidor VPS ideal para o seu projeto?

    A seguir separamos alguns itens importantes que você precisa considerar para que a sua tomada de decisão seja a mais embasada e acertada possível.

    Opte por soluções sob medida com suas necessidades

    Para contratar uma solução de hospedagem você precisa ter ciência das necessidades que o seu projeto tem. Só assim você poderá optar por planos que se adequam ao seu perfil. Tenha em mãos todas as informações relacionadas ao seu nível de tráfego e a sua taxa de crescimento.

    Esses dados podem ser facilmente levantados por meio do Google Analytics e serão eles que darão uma noção inicial sobre a quantidade espaço de memória e armazenamento serão necessários para a contratação e o seu respectivo custo.

    Entenda os níveis de gerenciamento do servidor VPS

    Compreender os três níveis de gerenciamento de um servidor VPS é fundamental para a tomada de decisão sobre qual serviço contratar. Basicamente em um VPS não gerenciado o provedor do serviço de hospedagem não se responsabiliza pelo gerenciamento, ao contrário dos serviços semi-gerenciado e gerenciado.

    A diferença entre os dois últimos é que em um serviço semi-gerenciado o provedor oferece alguma forma de gerenciamento ao usuário por meio de um painel de administração para configuração de alguns recursos básicos. Já nos serviços gerenciados é apenas o provedor quem fica responsável pela correção de erros e pela atualização do sistema operacional.

    Observe qual o seu nível de conhecimento sobre o assunto

    Como vimos anteriormente a escolha entre os diferentes níveis de gerenciamento implicam na capacidade de gerenciamento do contratante. Por isso, antes de escolher qual o melhor plano para a sua demanda, verifique qual o seu nível de conhecimento sobre o gerenciamento de servidores, pois como vimos cada nível exige um grau maior ou menor de habilidade técnica de gestão.

    Por exemplo, caso você não entenda nada sobre configuração de servidores a melhor opção seria adotar um VPS gerenciado já pré-configurado e que conta ainda com um serviço de suporte. Agora se você já tem expertise na área, sabendo configurar servidores e habilidade para zelar pela segurança dos dados do seu projeto optar pelo VPS semi-gerenciado ou não gerenciado pode ser o seu melhor caminho, obviamente sempre levando em consideração o custo de cada solução.

    Fique atento a segurança

    Na administração de um site observar os recursos e padrões de segurança adotados pelos provedores é fundamental para realizar uma boa escolha de hospedagem. Por isso, verifique se são ofertados serviços como backup periódico automático e a instalação de certificado SSL.

    Até aqui podemos entender que os planos de hospedagem de sites compartilhadas representam grandes desvantagens para sites e blogs em crescimento, pois o seu desempenho fica a mercê do nível de operação dos demais sites hospedados nesses provedores. Servidores VPS, por outro lado, estão hospedados em ambientes que operam sem interferências externas o que garante mais autonomia e segurança.

    Da mesma forma como ocorre com um servidor dedicado, o VPS apresenta grandes vantagens de personalização graças a tecnologia de virtualização e ainda por um custo muito mais vantajoso. Assim, os servidores VPS podem ser considerados uma solução intermediária para portais que exigem um serviço superior, porém com um preço mais acessível.

    Logo é preciso analisar bem as soluções disponíveis no mercado e obter aquela que melhor se encaixa a suas necessidades e o momento atual em que o seu projeto se encontra. Realizar uma boa escolha representa não apenas conferir um maior desempenho para o seu site, mas também potencializar o sucesso da sua estratégia de marketing e relacionamento como um todo, impactando a experiência dos seus visitantes e contribuindo para a continuidade do seu projeto no médio e longo prazo.

    Gostou de conhecer mais sobre as opções e recursos que um servidor VPS pode oferecer? Então, compartilhe este material em suas redes sociais e contribua com a disseminação deste conteúdo.