<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A cada dia surgem novas tecnologias voltadas a computação em nuvem. Entre tantas nomenclaturas, é comum que haja alguma confusão entre elas. Um bom exemplo disso é o conceito de multicloud e cloud híbrida.

    Apesar de os termos serem bem parecidos, existem diferenças entre esses dois modelos de serviço em nuvem. Saber diferenciá-los é importante para entender em qual cenário cada alternativa é a mais utilizada e para conhecer as razões dessa escolha pelas empresas.

    A seguir, mostramos o que significa cada um desses modelos, quais as principais diferenças entre eles e como fazer um bom gerenciamento de soluções multicloud. Acompanhe a leitura!

    O que multicloud significa?

    Basicamente, multicloud significa utilizar recursos de nuvens públicas de diferentes provedores de serviço, com a finalidade de garantir o perfeito funcionamento de uma solução. Dessa forma, a aplicação utiliza os recursos que estão espalhados em outros provedores para, por exemplo, garantir a alta disponibilidade. Existem diversas razões para a utilização dessa alternativa, entre elas:

    • reduzir custos;
    • integração de ambientes;
    • armazenamento de dados;
    • maior flexibilidade.

    Atualmente, os serviços em nuvens públicas se parecem com grandes marketplaces, ou seja, basta contratar e utilizar. Como dissemos, o multicloud é quando se tem um ambiente em várias nuvens públicas. Inclusive, a EVEO tem nuvens públicas e começa a integrá-las para obter o melhor dos recursos de cada uma.

    Com isso, temos uma múltipla integração para obter o que há de melhor em cada uma. Portanto, multicloud é o conceito de conversa entre várias nuvens públicas para prestar uma mesma solução.

    Esse processo é muito utilizado em grandes operações. Um exemplo é a Uber e o iFood. Essas são empresas que dependem muito de serviços em nuvens e de grande variação das competências. Ou seja, trata-se de uma série de ambientes diferentes que utilizam muito cloud para ter o melhor de cada solução.

    Assim, uma interage com banco de dados, enquanto a outra é um ambiente de menor investimento, mas no final tudo faz parte da tecnologia. Portanto, o multicloud é o múltiplo consumo de nuvens públicas.

    O que é cloud híbrida?

    A cloud híbrida é a utilização de uma ou mais nuvens públicas e privadas, de modo que os recursos sejam compartilhados entre elas, entretanto, pertencem ao mesmo prestador de serviços. A nuvem privada também pode ser o modelo On-Premise, que é a utilização do data center da própria empresa.

    A nuvem híbrida é a união da nuvem pública com o ambiente On-Premise. Nesse caso, há o data center e a sua implementação dentro da empresa como operação. Um exemplo desse modelo são os bancos e as operadoras de cartões de crédito, que têm um processo de homologação complicado e trabalhoso. Por isso, esses modelos de negócio preferem fazer a certificação em seu próprio ambiente.

    Com isso, eles mantêm a operação dentro de casa, entretanto, é preciso se beneficiar de todos os recursos que a nuvem pública provém. Há uma integração de nuvem pública com a implementação On-Premise, o que transforma a operação em nuvem híbrida.

    Dessa forma, eles não deixam de usar a parte da operação do modelo interno On-Premise e ainda se beneficiam dos recursos da nuvem pública.

    E-book Gratuito: Data Center Virtual

    Qual a diferença entre multicloud e cloud híbrida?

    As nuvens híbridas e multicloud atendem a cenários diferentes e não transitáveis. Por exemplo, a nuvem híbrida pode transportar seu operador principal de nuvem para um premium. Não necessariamente é preciso transformar essa aplicação em multicloud, é possível apenas centralizá-la no mesmo provedor.

    Não é obrigatório também subdimensionar e transformar tudo em serviço. É possível ter um player confiável de nuvem para atender em todas as variáveis. Não há necessidade de migrar de um para outro. Isso significa que é possível sair de um ambiente de cloud híbrida para outro serviço em nuvem, que não necessariamente será um multi cloud, mas a operação 100% em nuvem.

    A nuvem multicloud não é uma escala da nuvem híbrida. São soluções diferentes e que atendem a cenários variados de consumo. Quando se pensa em qual é a alternativa mais indicada para um negócio, é preciso considerar que não existe um modelo de negócio definido, mas sim, que é necessário avaliar o ROI — Retorno Sobre o Investimento.

    Para ter a melhor exploração de ROI é preciso dividir o trabalho transformando-o em microsserviços e pesquisar, dentro das opções de mercado, aquela que traga o melhor resultado no retorno qualitativo e aderência ao investimento.

    Dessa forma, faz sentido utilizar uma nuvem de baixo custo para um ambiente de baixa intensidade e investir mais em um ambiente que traga um grande retorno, porém, que tenha um nível de sensibilidade maior.

    Como fazer um bom gerenciamento de soluções multicloud?

    O gerenciamento de soluções multi cloud envolve uma série de atividades, pois é preciso monitorar diferentes ambientes em nuvem, o que exige a utilização de ferramentas adequadas. A nuvem pública trouxe a capacidade de tecnologia para todas as empresas, porém, com tantas alternativas para escolher é preciso cuidado para obter a melhor performance do ambiente.

    Para conseguir um resultado adequado, é fundamental contar com o apoio de uma empresa com experiência em nuvem. A EVEO está há mais de 20 anos no mercado atuando com soluções em nuvens. Oferecemos o serviço de consultoria para fazer a indicação de qual é a melhor solução para determinado projeto que a empresa necessite.

    A EVEO não costuma trabalhar em cima de um produto ou negócio, mas sim, em projetos. Portanto, recebemos a demanda e fazemos a indicação de qual é a solução mais viável. A partir disso, é feito um trabalho de avaliação de consumo para identificar qual é a necessidade de locação na nuvem.

    Portanto, esse trabalho de acompanhamento consultivo é todo o diferencial da EVEO, no que se refere à solução da implementação em nuvem. Seja para multicloud, seja para transportar parte da infraestrutura do cliente para a nuvem, transformando-a em híbrida.

    Entendemos que determinadas aplicações ficam internas nas empresas, principalmente em atividades vinculadas a bancos e instituições financeiras. Já as aplicações que não têm esse tipo de dependência podem ser levadas para a nuvem e, de forma consultiva, damos esse apoio.

    A EVEO ajuda na integração e comunicação e esse é o nosso principal diferencial. Tanto no tratamento multicloud, quanto na nuvem híbrida, conseguimos ser consultivos e fazer as recomendações necessárias para garantir o sucesso na operação.

    Como vimos, multicloud e cloud híbrida são soluções diferentes de computação em nuvem. Enquanto a primeira representa um conjunto de nuvens públicas, a segunda é uma mistura de nuvem pública e On-Premise. A escolha do modelo ideal deve considerar questões como a necessidade do negócio e o retorno sobre o investimento.

    Gostou do nosso conteúdo sobre os diferentes modelos de nuvens? Então, assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos como este em seu e-mail!