<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Manter a motivação dos profissionais em alta é um desafio constante para as organizações. Como o setor de TI é um dos mais estratégicos para os negócios, esse objetivo se torna primordial. Mas como fazer isso de forma simples e eficiente? Uma novidade que vem ganhando força no mundo corporativo é a implementação da gamificação no setor de TI.

    A gamificação é a utilização de lógicas e dinâmicas semelhantes a jogos, utilizadas com o principal objetivo de motivar pessoas a aprender e a interagir com coisas novas. Essa metodologia traz uma série de vantagens para as empresas que a adotam e pode revolucionar totalmente o ambiente de trabalho.

    Ainda não conhece a estratégia? Neste post vamos esclarecer o que é gamificação, quais benefícios ela proporciona às equipes de TI e como aplicá-la na prática. Siga com a leitura e tire todas as suas dúvidas!

    O que é e como funciona a gamificação?

    Gamificação representa a incorporação da lógica e dinâmica dos games aos processos para agregar uma competitividade mais divertida ao trabalho. Por meio dela, os participantes são incentivados a aprenderem coisas novas, buscarem soluções inovadoras para problemas recorrentes com os conhecimentos adquiridos e a superarem desafios que os limitam profissionalmente.

    O objetivo da estratégia não é apenas transformar o trabalho em jogos de videogame, mas sim usar a mecânica deles para traduzir os resultados na vida real. Ou seja, as conquistas (wins) e os fracassos (game over) geram consequências reais para o profissional. Mecanismos de ação e recompensa são adicionados à estratégia. Assim, as obrigações do dia a dia se tornam tarefas mais empolgantes.

    Quais são as vantagens de aplicar gamificação no setor de TI?

    Agora que você já tem uma noção melhor do que é gamificação, conheça os principais benefícios que ela oferece às equipes de força de trabalho.

    1. Aumenta a motivação e o engajamento

    Quando os profissionais conseguem atingir suas metas, sentem-se mais realizados. Cada conquista gera mais satisfação, aumentando a confiança para ir além e continuar ultrapassando os próprios limites.

    Como o sucesso individual dependerá do coletivo, eles ficam mais colaborativos, resultando em uma equipe mais engajada com os objetivos da empresa. Para isso, conceitos básicos dos games, como pontuações, rankings, recompensas e elevações de níveis são incorporados ao processo.

    2. Incentiva a competição saudável

    A competitividade está no sangue das pessoas e a gamificação visa trabalhar isso de forma saudável nas empresas. Metas são criadas, com métricas em tempo real da jornada até o objetivo. Assim, todos os participantes têm acesso ao ranking e podem ver como estão se saindo em relação aos outros competidores.

    A partir daí, cada profissional se dedica mais para não ficar para trás. Quem está na frente, por outro lado, se empenha ainda mais para não perder o posto de primeiro colocado, levando todo mundo a evoluir seus resultados junto com ele. O orgulho e a realização profissional são fatores que entram em jogo.

    3. Melhora a produtividade

    Quando existe um objetivo para a equipe, além do individual, os profissionais passam a colaborar mais uns com os outros, compartilhando informações que podem ajudar todos a alcançar as metas com maior rapidez. Dessa forma, os profissionais ficam cada vez mais capacitados, melhorando também a qualidade dos trabalhos entregues.

    4. Resolve problemas das rotinas de trabalho

    Quando a gamificação é aplicada ela torna a rotina de trabalho menos cansativa e repetitiva e pode proporcionar um maior envolvimento dos profissionais para com o trabalho. Esse tipo de relação dos funcionários não é muito comum e é exatamente esse o maior problema das rotinas de trabalho, mas pode ser resolvido facilmente com a boa execução dessa estratégia.

    A transformação das rotinas de trabalho em algo mais dinâmico e divertido na verdade é um dos principais conceitos da gamificação. É como se fosse a base principal de toda a metodologia, tornando as coisas dentro do ambiente de trabalho o menos cansativas possível, e também proporcionando uma maior motivação aos funcionários.

    5. Constrói um pensamento sistêmico e crítico

    Outro ponto positivo que também é agregado é a interação da equipe, o que também leva a diversas outras vantagens, como o aumento de produtividade citado anteriormente, mas também a construção de um pensamento mais crítico entre todos.

    Quando todos os integrantes do time passam a funcionar em sintonia, o pensamento deles deixa de ser totalmente individual e eles começam a trabalhar como um todo, trazendo resultados mais favoráveis, além de conseguirem expressar mais suas habilidades.

    6. Melhora a tomada de decisões

    Em atividades dinâmicas, como jogos e afins, é possível gerar uma competitividade dentre os profissionais, extraindo deles o melhor de suas habilidades individuais. Quando se tem vários funcionários dando o melhor de si a tomada de decisões fica muito mais fácil, ainda mais quando há uma boa interação do time.

    Sendo assim, é importantíssimo que essas vantagens sejam exploradas ao máximo, visando sempre a melhoria das soluções oferecidas pela empresa e a renovação do ambiente de trabalho para algo mais acolhedor e estimulador para todos aqueles que atuam nele, trazendo mais ganhos para o negócio de uma forma bem saudável.

    Como a gamificação pode ser implementada no setor de TI?

    A aplicação dessa estratégia pode variar entre as empresas, mas, geralmente, é melhor implementada com a ajuda de um software ou aplicativo específico. No setor de TI, a gamificação deve envolver desafios e recompensas alinhadas com os objetivos do setor. Por exemplo:

    • pontuação computada por hora de disponibilidade dos sistemas e equipamentos no ar (meta coletiva);
    • pontuação computada por desempenho operacional e produtividade individual e em equipe;
    • pontuação computada por menor índice de bugs no desenvolvimento de softwares;
    • competição de tarefas com limite de tempo entre as equipes;
    • ranqueamento individual dos participantes visível por todos da equipe;
    • troca de pontos por recompensas (cursos profissionalizantes, dinheiro, folga, promoção etc.).

    Existe uma infinidade de possibilidades para a gamificação. Por isso, o ideal é que considere as necessidades do setor e da empresa. Afinal, os objetivos precisam estar alinhados para surtirem um efeito positivo.

    Também é possível aplicar a gamificação em processos seletivos?

    Sim. Uma das melhores características da gamificação é a sua versatilidade. Essa estratégia pode ser aplicada à praticamente todos os setores, o que abre um leque de possibilidades para inovar dentro das mais diversas áreas da empresa. No processo se seleção existem diversas maneiras de aplicar a gamificação. Confira a seguir.

    Jogos

    Essa é uma excelente alternativa que para obter um melhor conhecimento de cada candidato e também para impulsioná-los a desenvolver uma comunicação melhor. Utilizar um jogo de perguntas e respostas, por exemplo, possibilita a compreensão dos perfis de forma menos chata e cansativa.

    Competições

    Outra possibilidade são as competições. É uma ótima maneira de visualizar a forma que os profissionais se comportam sob pressão e a capacidade que cada um tem de alcançar objetivos.

    Dinâmicas

    Também pode-se organizar algumas dinâmicas para a avaliação dos candidatos. É possível realizar diversas atividades com objetivos diferentes, no intuito de observar o trabalho em equipe, a liderança e, até mesmo, o desenvolvimento de outras habilidades. Dessa forma, o processo seletivo se torna muito mais sólido e de uma forma mais descontraída.

    Quais as vantagens de aplicar a gamificação no processo seletivo?

    Aplicar essa estratégia nas empresas dentro do processo seletivo traz muitos benefícios indispensáveis para os resultados da empresa. Quando feito dessa forma, o processo seletivo se torna muito mais favorável para a estratégia. Sendo assim, agora falaremos sobre quais são as vantagens que a gamificação traz quando aplicada no processo seletivo.

    Eficiência na seleção

    Normalmente, o recrutamento pode acabar se tornando muito demorado, o que é prejudicial a todos. Para o negócio, isso acarreta em custos muito mais altos. Já para os profissionais, isso pode proporcionar um índice enorme de desmotivação e desistências.

    Quando o processo passa a ser feito com o uso da gamificação, é possível driblar esses problemas, realizando várias análises em um espaço de tempo bem menor. Dessa forma, a compreensão do perfil de cada candidato se torna mais fácil, o que também torna a tomada de decisão muito mais rápida e eficiente.

    Engajamento

    O engajamento é outro fator que leva muitas empresas a optarem por essa estratégia. As pessoas que estão passando pelo processo se envolvem bastante com todas as atividades e se comprometem muito mais em demonstrar suas habilidades e conhecimentos, se engajamento muito mais e mostrando realmente o que tem a oferecer para o negócio.

    Isso sem contar que influencia de forma positiva no processo de decisão. É uma maneira de estabelecer uma conexão maior com o empreendimento. Dessa forma, depois de que a etapa é finalizada, o desempenho é muito mais favorável.

    Aumento do conhecimento sobre a empresa

    É comum que os processos seletivos fracassem por conta de os profissionais que estão se candidatando não terem um conhecimento muito amplo sobre o negócio. Quando a gamificação é aplicada, os candidatos passam a entender muito mais o negócio, moldando sua visão e a forma de agir.

    Isso é algo essencial para que o candidato certo seja escolhido, aquele se simpatiza com os objetivos e os princípios da organização. Após o final do processo, fica mais fácil visualizar qual profissional se enquadra melhor para cada vaga.

    Retenção de talentos

    Quando uma seleção é bem-feita, é notório que as contratações vão ser bem melhores, o que ocasiona uma integração maior das equipes. Sendo assim, a empresa passa a ter uma produtividade bem maior dentro do ambiente de trabalho, além de aumentar a capacidade da empresa em reter talentos.

    A utilização dessas estratégias pode aumentar drasticamente o interesse de profissionais que estejam alinhados com os objetivos da empresa. Com isso, a quantidade de profissionais saindo e entrando da empresa diminui, gerando uma equipe muito mais sólida, unida e que consiga trabalhar bem em conjunto, gerando resultados muito mais favoráveis.

    A criatividade também é fundamental para desenvolver uma boa gamificação no setor de TI. Nesse caso, contar com o apoio de um profissional especializado na área deve ajudar a criar e implementar uma estratégia com maior índice de sucesso.

    Se interessou pela gamificação e quer aplicá-la em sua empresa? Entre em contato com a EVEO agora e mesmo e nossos consultores vão te auxiliar a encontrar as melhores soluções possíveis para melhorar os resultados do seu negócio. Estamos te esperando!