<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Ter uma infraestrutura de TI bem montada para sustentar o negócio não basta. Ela precisa ter escalabilidade e os gestores devem identificar a necessidade e o tempo certo de crescer. Caso contrário, ela ficará defasada e a empresa perderá força competitiva rapidamente. No entanto, como lidar com a infraestrutura de TI em empresa em expansão? Isso é o que você vai descobrir a partir de agora!

    Desenvolvemos um post com as dicas mais importantes para orientar os gestores nesse sentido. Então, ajeite-se na cadeira e curta a leitura!

    O que caracteriza uma empresa em expansão?

    Podemos dizer que uma empresa em expansão é aquela em que o produto ou serviço precisam ser adaptados, com implementação de novas funcionalidades, para atender demandas maiores e em constantes mudanças.

    O mesmo acontece com empresas que oferecem os serviços de atendimento e vendas pelo site. Se o endereço suporta até 50 visitas simultâneas e elas vêm superando o limite, causando quedas frequentes no servidor, esse é um forte indício de necessidade de crescimento estrutural.

    Outro indicativo claro de uma empresa em expansão é quando as suas operações internas começam a perder eficiência por excesso de carga de trabalho e os sistemas não dão mais conta da demanda. Você pode identificar essa necessidade pelo número de caixas postais criadas no servidor de e-mail, por exemplo, pois quanto mais registros, mais acessos.

    Se os gestores não agirem com rapidez nesses casos, o acesso ao banco de dados ficará cada vez mais difícil, impactando negativamente na produtividade da empresa.

    Como preparar a minha empresa para a expansão que virá a seguir?

    O primeiro passo deve ser analisar os indicativos que mencionamos no tópico anterior. Qualquer sinal de ineficiência dos sistemas e servidores, aliada ao aumento da demanda, será um indício claro de necessidade de crescimento. Essa avaliação é importante para direcionar corretamente os novos investimentos.

    Depois, os gestores precisam saber se a empresa consegue lidar com o desenvolvimento tecnológico sozinha. Esse é o caso de organizações que têm grandes equipes de TI como suporte. Se ela for capaz de gerenciar a expansão por conta própria, o caminho será recalcular e montar novos indicadores, elaborar um capacity planning e, a partir desses aspectos, promover crescimento sob demanda, que, em tecnologia, entrega boa relação custo-benefício.

    Agora, se esse não for o seu caso, você deverá focar em soluções que cumpram esse objetivo, como ter o apoio de um provedor de serviços gerenciados. O mais importante é que as soluções sejam capazes de atender demandas pontuais de crescimento e que instruam outros recursos necessários ao atendimento orgânico.

    Banner E-book Data Center Virtual

    O que não pode faltar em uma infraestrutura de TI nesses casos?

    Agora que você já sabe como identificar as necessidades de crescimento e atualizações tecnológicas, veja o que não pode faltar em uma infraestrutura de TI em empresas em expansão:

    Elaboração de um capacity planning (planejamento de capacidade)

    O planejamento deve ser feito de forma antecipada. Por isso, ele é a primeira etapa para uma empresa nessas condições. Na verdade, o planejamento deve ser feito antes mesmo de as operações serem iniciadas, pois os gestores precisam saber qual o tamanho ideal e quais os recursos necessários para atender a demanda com qualidade. Nessa fase, é importante que não se tenha pressa, pois, aqui, a precisão é mais importante que o tempo.

    Por exemplo: uma empresa que tem um site apenas para concentrar os seus esforços na captação de clientes, não comercializando produtos ou serviços por ele, precisa de desempenho no servidor de hospedagem. Nesse caso, os gestores devem analisar, junto ao provedor de tecnologia e de serviços de gestão da estrutura, quais são os níveis de capacidade e escalabilidade necessários para o site funcionar bem, mesmo diante de um pico de acessos.

    Se o capacity planning for bem-feito, metade do trabalho de suporte ao crescimento estará bem encaminhado, pois os indicadores alertarão os gestores sobre o momento certo de realizar a expansão.

    Apoio de profissionais à altura do planejamento

    A participação de um gestor financeiro e de produtos e serviços, trabalhando em conjunto com os profissionais de tecnologia, será fundamental para o alcance do sucesso estrutural. Cada um trabalha com indicadores voltados exclusivamente para a sua área e todos precisam se unir para alinhá-los ao capacity planning, auxiliando na elaboração de um planejamento mais preciso e com maior foco nos objetivos gerais da empresa.

    Por exemplo: não adianta a empresa querer faturar R$ 1 mil com um servidor que custa R$ 1,5 mil. Se isso acontecer, a cada novo servidor colocado no ar, ela perderá R$ 500 reais. Ou seja, em um curto espaço de tempo, a expansão estará apenas elevando os custos, obrigando a organização a pagar para produzir.

    Isso não é viável, e a integração entre os indicadores deve ajudar os profissionais envolvidos a planejar um crescimento que seja saudável e estruturado para acontecer de forma sustentável financeiramente.

    Implementação de um Data Center Virtual

    Se a empresa não tem uma equipe de TI para gerenciar a expansão e precisa dedicar maior tempo e esforço ao core business, existem soluções disponíveis no mercado que podem ajudar. Esse é o caso das tecnologias de Data Center Virtual e de Containers, que oferecem escalabilidade automática e sob demanda.

    Ou seja, se não há uma previsibilidade de consumo, é possível colocar soluções de tecnologia para trabalhar em cima das variações, agregando automação a esse tipo de tarefa. Como o crescimento horizontal demanda o posicionamento de novos equipamentos em paralelo aos já existentes, essas soluções entregam uma operação de expansão sem a necessidade de investimentos em novas máquinas e espaço físico.

    Por exemplo: em vez de a empresa ter inúmeros equipamentos, cada um executando uma tarefa diferente, pode terceirizar algumas funções ou usar apenas uma máquina para virtualizar as outras, o que facilita e viabiliza a expansão.

    Servidor Dedicado EVEO

    Uso de recursos e ferramentas de SaaS

    O uso do SaaS (Software as a Service) é crucial para as empresas que estruturam a venda de produtos e serviços por meios digitais. Isso porque, em muitos casos, o sistema engloba o próprio produto e serviço vendidos, necessitando de um apoio tecnológico maior e mais eficiente. Nada melhor para isso que o SaaS.

    Com ele, os provedores disponibilizam um ambiente ideal para o desenvolvimento, teste, hospedagem e manutenção dos sistemas. Além de escalabilidade automática, esse modelo estrutural oferece maior disponibilidade, segurança e a possibilidade de se investir apenas no que a empresa usa, eliminando custos com capacidade de TI ociosa.

    Definição de bons indicadores

    Como mencionado no início, os indicadores serão a chave para a tomada de decisões dos gestores. No entanto, eles precisam ser ajustados e acompanhados com frequência. Os indicadores certos devem ser capazes de ajudar os gestores a antecipar o surgimento de novas demandas com precisão e no tempo certo.

    Lidar com infraestrutura de TI em empresa em expansão pode ser complexo e, por isso, é importante ter um apoio especializado para não errar. Afinal, ser ágil e certeiro fará toda a diferença para suportar as novas demandas e ter sucesso no empreendimento.

    Gostou das dicas? Assine a nossa newsletter agora mesmo e receba nossas próximas postagens por e-mail!