<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A infraestrutura de TI desempenha um papel crucial na operação das empresas, influenciando diretamente o desempenho, a segurança e os custos. Por isso, a escolha dos tipos de servidores adequados é uma decisão estratégica para o sucesso a longo prazo. 

    Neste artigo, você verá:

    • os tipos de servidores mais utilizados, destacando suas características distintas; 
    • os critérios essenciais para escolher o servidor ideal para as necessidades do seu negócio.

    Quais são os tipos de servidores mais utilizados?

    Antes de mais nada, é preciso entender quais são as características, os benefícios e os pontos de atenção que cada tipo de servidor têm. Em seguida, vai ficar muito mais fácil escolher a opção que faz sentido para a sua empresa, garantindo o melhor custo-benefício do seu investimento.

    Servidor dedicado 

    Um servidor dedicado é uma máquina alocada inteiramente para uma única organização. Esses servidores oferecem alto desempenho e total controle sobre a configuração, tornando-os ideais para aplicações de missão crítica, como grandes bancos de dados.

    A exclusividade proporciona um ambiente robusto e seguro, adequado para empresas com altas demandas de processamento e armazenamento de dados.

    Servidor compartilhado 

    Os servidores compartilhados, por outro lado, permitem que vários usuários dividam os recursos de uma única máquina física. Os custos também são divididos, tornando-os uma opção econômica, especialmente para pequenas empresas.

    Contudo, o desempenho pode ser afetado por outros usuários no mesmo servidor. Isso faz com que essa escolha seja mais interessante para cargas de trabalho leves, como sites simples, blogs e e-mails, onde a demanda por recursos é menor.

    Cloud server 

    Os servidores em nuvem, ou cloud servers, são máquinas virtuais provisionadas em ambientes de nuvem pública ou privada. Eles oferecem a capacidade de escalar recursos para cima ou para baixo conforme a demanda, proporcionando flexibilidade.

    Uma das principais vantagens nesse caso é pagar apenas pelos recursos que sua empresa utiliza. Além disso, a infraestrutura em nuvem é projetada para oferecer alta disponibilidade e redundância, minimizando o tempo de inatividade.

    Confira na tabela abaixo um resumo comparativo entre as características desses três tipos de servidores:

     

    Servidor Dedicado

    Servidor Compartilhado

    Cloud Server

    Alocação de Recursos

    Máquina física exclusiva

    Recursos compartilhados

    Máquinas virtuais em ambiente de nuvem

    Desempenho

    Alto desempenho

    Desempenho variável

    Elasticidade e escalabilidade

    Controle

    Controle total sobre configuração

    Controle limitado

    Controle configurável

    Custos

    Custos mais elevados

    Custos divididos entre usuários

    Custos baseados no uso

    Ideal para

    Aplicações de missão crítica

    Sites simples, blogs, e-mails

    Diversas cargas de trabalho

    Flexibilidade

    Total flexibilidade

    Menos flexibilidade

    Maior flexibilidade

    Segurança

    Alta segurança

    Nível de segurança variável

    Alta disponibilidade e gerenciamento simplificado

    Gestão e Manutenção

    Maior autonomia da equipe de TI

    Menor necessidade de gestão

    Gerenciamento simplificado

    Como escolher o tipo de servidor ideal?

    Ao escolher o tipo de servidor ideal, é crucial avaliar alguns critérios de acordo com as necessidades específicas da sua empresa:

    Desempenho e recursos 

    O desempenho do servidor é um fator determinante para o sucesso das operações, por isso, considere os seguintes pontos:

    • as necessidades da sua aplicação em termos de CPU, memória, armazenamento e largura de banda de rede;
    • se a sua aplicação é intensiva em recursos ou se é uma carga de trabalho mais leve, como um site informativo;
    • se a sua empresa planeja expandir ou se a carga de trabalho permanecerá constante ao longo do tempo.

    Segurança

    A segurança dos dados é uma preocupação crítica e sua empresa deve avaliar os seguintes aspectos:

    • o nível de sensibilidade dos dados manipulados em todas os processos;
    • as medidas de segurança necessárias, como criptografia, autenticação multifatorial e outros tipos de proteção contra ameaças cibernéticas;
    • se o servidor escolhido está em conformidade com regulamentações específicas, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

    Redundância e disponibilidade 

    A disponibilidade contínua dos serviços é vital e demanda uma análise cuidadosa dos seguintes pontos:

    • expectativas de tempo de inatividade aceitáveis em caso de falha;
    • necessidade de redundância de hardware para evitar falhas;
    • criação de um plano de recuperação de desastres para garantir a continuidade dos negócios em caso de eventos inesperados.

    Gestão e manutenção 

    A eficiência operacional dependerá de gestão e manutenção adequadas, portanto, é importante avaliar: 

    • a experiência da sua equipe de TI em gerenciar o tipo de servidor escolhido;
    • a disponibilidade de suporte técnico oferecido pelo provedor de hospedagem.

    Esteja ciente de que as necessidades da sua empresa podem evoluir ao longo do tempo, e a flexibilidade na escolha da infraestrutura de servidor é fundamental para adaptar-se a essas mudanças. Portanto, avalie periodicamente a eficácia da sua solução atual e esteja disposto a ajustar sua abordagem. 

    A EVEO oferece soluções personalizadas de infraestrutura e é referência de qualidade no setor de datacenters. Fale com nossos consultores e conheça as opções mais recomendadas para a realidade do seu negócio.