<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    As empresas vêm procurando cada vez mais soluções para armazenar seus sistemas. No entanto, escolher a melhor opção nem sempre é uma tarefa fácil. Antes de tomar uma decisão, a forma mais adequada de resolver esse dilema é entender as diferenças entre servidor dedicado e servidor em nuvem.

    Algumas questões devem ser muito bem esclarecidas, como o modo de funcionamento, as vantagens e as desvantagens de cada alternativa. Também é preciso entender em quais ocasiões uma ou outra tecnologia é mais indicada.

    A seguir, mostraremos em detalhe as respostas para cada uma dessas questões. Assim, você poderá visualizar a melhor opção para o seu negócio. Acompanhe o conteúdo!

    O que é o servidor dedicado?

    Em primeiro lugar, é preciso entender o que é servidor dedicado. Basicamente, trata-se de um computador que permite o acesso remoto a arquivos e softwares. Ou seja: estamos falando de uma máquina física, também conhecida como Bare Metal.

    Já o termo dedicado é usado para determinar que somente um cliente tem acesso ao hardware. Sem contar que o servidor é configurado conforme a necessidade da empresa. Essa opção ainda é adotada com frequência, pois possibilita uma grande densidade de recursos em um ambiente unitário. Isso significa redução de custos.

    Suponha que uma máquina ocupe apenas uma unidade do data center, por exemplo. Mas seja possível colocar até 528 GB de memória, com 8 SSDs de até 3,8 TB cada. Essa opção é indicada a quem pretende implementar uma virtualização própria ou em casos nos quais seja necessária uma grande aquisição de recursos em uma única máquina.

    Que vantagens os servidores dedicados oferecem?

    Essa opção de serviço proporciona algumas vantagens às empresas. Veja as principais abaixo!

    Recursos não compartilhados

    Como o servidor é dedicado, todos os recursos são utilizados somente pela empresa contratante. Portanto, todo o seu desempenho pode ser aproveitado com exclusividade — essa é uma característica importante para negócios que precisam de alto desempenho no processamento e IOPS.

    Estabilidade

    Outro benefício considerável dessa tecnologia é a estabilidade. Uma vez que todos os recursos são centralizados, sua operação também é mais simples. Mas, como se trata de um equipamento que funciona de forma isolada (stand alone), nem sempre é possível manter a redundância de todos os componentes quando ocorre um problema de hardware.

    Há a redundância de placas, controladoras e fontes, por exemplo. No entanto, caso aconteça uma perda completa de hardware, todo o ambiente ficará indisponível. Já os ambientes em nuvem (IaaS) trabalham com uma contingência maior para a perda de hardware, possibilitando uma ampla disponibilidade dos recursos.

    Banner E-book Data Center Virtual

    Segurança

    A segurança também é apontada como uma grande vantagem nesse modelo de servidores, já que somente pessoas autorizadas podem ter acesso ao sistema.

    Porém, ao concentrar toda a operação da empresa em um único servidor, deve-se dar acesso irrestrito às pessoas, já que não é possível restringi-lo por partes específicas do ambiente. Essa é uma característica facilmente configurada em servidores segmentados.

    Quais são os atrativos da nuvem?

    Antes de falarmos sobre as vantagens do uso da nuvem, vamos conceituá-la rapidamente. A expressão infraestrutura na nuvem ou data center virtual é usada para se referir aos recursos de infraestrutura criados por meio da virtualização, com o propósito de realizar o processamento de dados.

    Assim, ao contratar um serviço de cloud computing, o cliente não paga por um equipamento, mas sim por recursos virtuais que são capazes de processar e armazenar diferentes cargas de trabalho. Os servidores em nuvem oferecem uma série de benefícios, como você pode conferir a seguir.

    Escalabilidade

    Essa característica possibilita que o cliente aumente ou diminua os recursos computacionais do seu serviço conforme a necessidade do negócio.

    Custo

    Por oferecer a possibilidade de escalar recursos, o custo é um atrativo da nuvem. Isso porque se paga somente pelos serviços que são de fato utilizados. Além disso, há a redução nas quantias referentes aos investimentos em hardwares e softwares de um data center próprio.

    Alta disponibilidade

    Os servidores em nuvem têm recursos que permitem uma alta disponibilidade nos casos críticos. Assim, quando há problemas técnicos, novas seções são criadas, mantendo todas as características do ambiente.

    Imagine que você tenha em um único sistema diversas aplicações, como e-mail, ERP e banco de dados. Nesse caso, a nuvem oferece uma maior garantia em comparação aos servidores dedicados, no qual todas as aplicações seriam interrompidas. Mas, se essas elas estiverem em um servidor em nuvem, vão manter sua disponibilidade.

    Servidor Dedicado EVEO

    Em quais ocasiões é mais vantajoso usar o servidor dedicado?

    escolha entre os dois modelos deve levar em consideração as necessidades da empresa — tanto tecnológicas quanto financeiras. O custo do servidor dedicado é menor, no entanto a nuvem pode ser segmentada, o que a torna mais acessível, além de poder oferecer uma disponibilidade maior.

    O que cada empresa deve fazer é identificar o perfil e qual das duas soluções é mais indicada ao seu negócio. Há situações em que a melhor alternativa é uma conciliação entre ambas as opções.

    Se você tiver um banco de dados que precise de uma alta concentração de recursos, pode optar por um servidor físico com a finalidade de ter o benefício da densidade. Já os outros serviços que conversam com o banco de dados ficam hospedados em servidores virtuais, aproveitando a segmentação.

    Antes de decidir pela melhor opção, é preciso fazer algumas considerações. Não importa onde o servidor esteja: na nuvem ou no data center da própria empresa, a grande diferença está relacionada ao gasto com os recursos.

    O custo de 528 GB de memória em um servidor dedicado físico é bem inferior ao menor valor que um servidor em nuvem pode chegar, sendo que o mesmo vale para o armazenamento em SSD. Isso significa que você pode ter um ambiente rápido, de custo menor e alta qualidade, mas sem tanta garantia de disponibilidade. Trata-se do ponto único de falha.

    Enfim, escolher entre servidores dedicados físicos ou servidor em nuvem é uma decisão que requer muito cuidado por parte da empresa. É preciso considerar uma série de questões, como o funcionamento das duas opções, as vantagens do uso de cada tecnologia e todos os seus benefícios. Assim, será possível escolher a alternativa que oferece mais benefícios ao negócio.

    Quer saber mais sobre essas tecnologias? Então, entre em contato com a EVEO e conheça as nossas soluções!