<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A transformação digital, com a evolução dos recursos digitais, permitiu que diversas empresas pudessem ter um maior destaque e expandir as suas operações. Só que, para dar conta desse aumento da demanda, mantendo o nível de qualidade e segurança, a empresa precisa manter uma estrutura robusta. Uma boa solução encontrada foi a utilização de um servidor dedicado, que atende a diversos negócios.

    Para empresas que lidam com um grande volume de dados, contar com um servidor se torna um fator cada vez mais determinante para garantir disponibilidade e um bom desempenho. Um grande diferencial dos servidores dedicados é a exclusividade no acesso aos recursos, pois permite a personalização, sem prejuízos causados por problemas de desempenho de terceiros.

    Neste post, vamos conhecer melhor o que é um Servidor Dedicado e os diferenciais da EVEO Cloud. Para isso, conversamos com João Júnior, Diretor de Novos negócios da EVEO, para entender mais sobre esse tipo de estrutura. Confira!

    O que é um Servidor Dedicado?

    De acordo com João Junior, podemos definir um Servidor Dedicado como um ambiente de hardware físico exclusivo para uma operação em nuvem. Mesmo que os ambientes virtuais sejam dedicados para a execução de sistemas operacionais isolados, é a modalidade conhecida como servidor bare metal que carrega historicamente essa nomenclatura.

    Um servidor dedicado oferece a oportunidade para que as empresas trabalhem com uma maior consolidação de recursos — processadores, memória, espaço, etc. — com um custo mais baixo que o encontrado em ambientes virtualizados de grande performance.

    Quais são as diferenças entre um servidor não dedicado e um dedicado?

    Quando a empresa opta por trabalhar com um ambiente dedicado, os recursos ficam disponíveis de forma exclusiva para o contratante, o que privilegia os ganhos em termos de escala — se houver aumento de volume de uso, tráfego, requisições, etc.

    Já em um ambiente compartilhado, não só há um aumento na concorrência em relação aos recursos pelos usuários, como há o risco da sobrecarga de um usuário influenciar no desempenho dos demais.

    Sendo assim, podemos dizer que o ambiente compartilhado deve ser utilizado para aplicações com baixa expectativa em termos de performance e disponibilidade de funcionamento. Já o ambiente dedicado é a escolha mais adequada para quem tem na operação tecnológica uma missão crítica.

    É sempre importante lembrar que os ambientes virtuais também podem ser dedicados e existe uma convenção sobre o nome “servidores dedicados” serem atribuídos à solução de ambiente físico exclusivo. A diferença está exatamente na questão do hardware, que é somente de um contratante, no modelo de servidor dedicado, e é consumido por vários usuários em uma montagem de virtualização.

    Quais as vantagens de um servidor dedicado?

    Servidores dedicados representam uma grande evolução tecnológica em relação ao que se obtém com um ambiente compartilhado. Entre as vantagens, podemos destacar o fato de todo o ambiente ser exclusivo de seu contratante, sem a concorrência de recursos. Esse fato remete a uma performance totalmente otimizada e um resultado mais qualificado.

    É possível destacar, em um comparativo com outras soluções de mercado, o servidor dedicado físico como uma excelente opção em termos de custos, para demandas de elevada quantidade de recursos, que seriam inviáveis utilizando a nuvem pública.

    Outro ponto positivo da modalidade é a independência de implementações complexas para que se tenha uma operação sólida; a virtualização, sem dúvidas, é excelente tecnologicamente, porém, existem também diversas dependências de funcionamento e performance para que tudo esteja realmente operando dentro da normalidade, enquanto que o dedicado físico possui todas as competências dentro de si próprio.

    Pra que tipo de empresa o servidor dedicado é indicado?

    O diretor de novos negócios da EVEO entende que o ambiente dedicado é mais indicado para as empresas que têm o objetivo de alcançar grandes resultados em relação à operação em nuvem, seja na disponibilidade ou performance de um sistema corporativo, seja na prestação de serviço que envolve a infraestrutura da web.

    Quando falamos de servidor dedicado físico, podemos dizer que ele é a escolha mais indicada para projetos em que há a necessidade de se alocar uma grande volume de recursos, com um custo mais acessível.

    Outro ponto que chama a atenção para servidores dedicados são as aplicações singulares, tais como CRM / ERP, hospedagem de sites com grande visitação ou mesmo de múltiplos sites com painel de controle e e-mail corporativo, por se comportarem muito bem em ambientes com operação de apenas um servidor (modelo conhecido como standalone).

    Como os storages possuem determinadas restrições administrativas quanto ao consumo de IOPs (input / output por segundo), é também uma alternativa para contar com a totalidade de entrega diante da capacidade do hardware.

    Como é feita a segurança dos dados em um servidor dedicado?

    O Data Center garante toda a segurança em seu ambiente, principalmente na rede. Por meio de ferramentas de segurança como Anti-DDoS e Firewall, é possível conter o tráfego indevido que chega até o servidor dedicado.

    Os demais atributos de proteção de dados, como os níveis de acesso ao sistema operacional ou da aplicação, ficam sob a responsabilidade do administrador, que pode ser a empresa contratante ou o provedor, por meio de uma hospedagem gerenciada, com a contratação de horas técnicas de gestão.

    O contratante pode personalizar o ambiente para deixá-lo de acordo com o nível de exigência de seu plano de negócio — desde uma conexão fechada por VPN, como restrição de acesso total somente por IP fixo.

    O servidor dedicado é indicado para grandes volumes de dados?

    Como já destacamos, em se tratando de grandes volumes, o servidor é a melhor solução em termos de custo-benefício. É possível o armazenamento de HDD ou SSD de diversas volumetrias, garantindo assim alta densidade de dados mesmo em pouco espaço ocupado em posicionamento. Existe atualmente um trabalho para consolidação de até 100TB dentro de um SSD, por exemplo.

    Quais são os diferenciais do servidor dedicado EVEO?

    João Junior destaca que a EVEO é um dos principais players de servidores dedicados no Brasil, o que garante a ela ótima condição de negociação com os principais fornecedores, por realizar aquisições em grande quantidade.

    Esse valor é convertido no preço final de venda como serviço, beneficiando em muito seus clientes. Ser Data Center TIER III garante também o que há de mais moderno em segurança e recursos tecnológicos para complemento da operação. Como empresa, a EVEO se destaca pelo relacionamento próximo e comprometimento com o sucesso dos projetos que estão sob a responsabilidade de sua estrutura.

    Neste post, entendemos melhor o que é um servidor dedicado, seus benefícios e diferenciais. Entendemos também os diferencias do servidor dedicado da EVEO Cloud e como ele pode ajudar a sua empresa a expandir o seu desempenho. Se a sua organização quer ser competitiva em tempos de transformação digital, independentemente do setor, deve responder com agilidade às necessidades de mercado, e isso começa com um ambiente de qualidade para os seus sistemas.

    Gostou do post? Então, assine já a nossa newsletter e receba em primeira mão as nossas dicas e novidades.