<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Com os avanços nas tecnologias capazes de coletar e armazenar dados, das mais diversas ordens, as empresas precisaram se preocupar, também, com a segurança de seus servidores.

    Afinal, uma grande quantidade de informações importantes e, por vezes, até confidenciais, passaram a estar guardadas nos servidores. Diante disso, qualquer possibilidade de roubo ou vazamento se torna um grande perigo e, ainda, pode ter impacto direto na capacidade do grupo se sustentar no futuro.

    Ou seja, segurança de dados nos servidores tornou-se assunto prioritário para qualquer corporação. E como fazer para que este aspecto melhore cada vez mais?

    Este é o tema deste texto. Vamos mostrar para quem atua nesta área de que forma é possível ampliar a segurança, garantindo a diminuição de qualquer risco para o negócio. Confira!

    Infraestrutura de qualidade

    A primeira dica é simples: escolha bem a empresa que fornecerá o serviço de proteção dos servidores e dos conteúdos em nuvem do negócio.

    A infraestrutura precisa ser de alto nível tecnológico, com o máximo de proteção possível na nuvem e nos dispositivos dos servidores de maneira geral. De acordo com o tamanho da empresa e da relevância dos conteúdos presentes nos servidores, é fundamental ter um processo personalizado.

    Portanto, escolha uma empresa com esta capacidade técnica, de entregar qualidade e, acima de tudo, com a possibilidade de personalizar ao máximo o serviço. Isso porque a solução para uma instituição pode não ser igual a da outra. Por isso, qualidade e personalização precisam estar juntos nesta busca. Veja o que considerar na hora de contratar um cloud service provider. 

    Permissão de acesso

    Outro passo para que a segurança dos dados nos servidores é gerenciar muito bem as permissões de acesso. Este é o passo no qual, se houver erro, a empresa pode gerar o problema por si mesma, deixando o sistema totalmente vulnerável.

    Portanto, no momento de fazer a lista de quem tem acesso aos dados, é preciso fazer uma análise muito detalhada, para que apenas usuários totalmente confiáveis possam saber o caminho, conhecendo as identidades de login e senha, além de quaisquer outros passos que sejam colocados pela empresa para que o acesso seja liberado.

    Ou seja: a permissão de acesso é um passo crucial para aumentar a segurança dos servidores. Não pode, sob nenhuma hipótese, haver erros neste momento. Isso vale para as pessoas com acesso e, também, para o sistema em si.

    As ferramentas de autenticação precisam ser muito evoluídas e seguras. Ações como checagem dupla, tripla, com login, senha e outras maneiras de barrar acesso indevido são extremamente necessárias.

    E, dentro do próprio servidor, ainda é importante colocar barreiras internas. Determinados dados só podem ser acessados por pessoas específicas, como sócios ou diretores, outros são mais gerais. Ter bem definida esta divisão é essencial para os procedimentos gerais de segurança dos servidores e dos dados guardados dentro dele.

    Treinamento de equipe

    A tecnologia e os sistemas de segurança, obviamente, precisam ser os melhores, como já dissemos nos tópicos anteriores. Mas tem um fator humano que também precisa ser observado com muita atenção: a capacidade dos próprios funcionários de não causarem riscos à segurança.

    Para isso, é muito importante que eles sejam treinados para acessarem e usarem os servidores de maneira eficiente e privada. Aqui, não estamos falando de má-fé. Estamos pontuando que colaboradores mal treinados podem dar comandos errados nos servidores, sem intenção de causar algum problema.

    Porém, a partir do momento em que acessam algo e não sabem exatamente como fazer, podem tornar vulnerável o sistema. E, mesmo fora do servidor, falando do computador usado em si, é preciso treino para não clicar em links suspeitos, entrar em sites que possam ser perigosos etc.

    Portanto, além de toda a qualidade tecnológica dos servidores, é fundamental que haja o treinamento dos funcionários. Assim, unindo sistema capacitado e profissionais bem instruídos, a segurança dos dados aumenta muito.

    Atenção máxima e acompanhamento constante

    Outro fator, que passa pela mistura entre qualidade do servidor e trabalho da equipe, é a importância dos donos dos dados nos servidores estarem sempre atentos. Por melhor que seja o sistema instalado, nunca baixe a guarda.

    Mude as senhas quando for solicitado, mantenha contato com a empresa fornecedora, busque atualizações. Isso vale para os gestores e também para os funcionários, que podem ajudar reportando eventuais suspeitas de invasão ou algo do tipo.

    Além disso, a empresa fornecedora do servidor também precisa ser de qualidade, como dissemos no início, para estar sempre atenta às modernizações, oferecendo atualizações e garantindo o melhor serviço ao longo do tempo. Assim, não se corre o risco de os dados ficarem armazenados em um sistema obsoleto e que, consequentemente, se torne mais vulnerável aos ataques de invasores.

    Tenha gestão de risco

    Para fechar, a última dica é sobre a gestão de riscos. Obviamente, o ideal é minimizar, e até anular, as chances de que algum problema aconteça. Mas não é possível ignorar a possibilidade.

    Por isso, gerir os riscos é, também, uma forma de aumentar a segurança dos dados nos servidores. Afinal, se o problema for iniciado, é melhor ter uma forma de minimizá-lo do que deixar a invasão ir até o fim, não é mesmo?

    Portanto, desde o princípio, busque organizar uma forma de ter escudos de proteção para o caso de ataque bem-sucedido. Assim, é possível, ao menos, minimizar a questão, diminuir o vazamento de dados e, depois de controlada a invasão, minimizar os dados causados pelo ataque.

    Ou seja, a proteção não passa só por impedir ataques, embora esta seja a principal premissa. Ter dados seguros no servidor também significa diminuir o problema se ele, de fato, aparecer.

    Estas são, portanto, algumas formas e dicas sobre como agir para aumentar a segurança dos dados presentes em servidores. Nos dias atuais, não existe nenhuma chance de abrir mão deste armazenamento.

    Por isso, saber exatamente como cuidar para diminuir as ameaças é o ponto central para que uma empresa tenha os benefícios desta tecnologia, sem correr tantos riscos a partir dela.

    Agora, é a sua vez. Fale com nossos consultores e conheça melhor as soluções de infraestrutura de data center, como é o caso dos servidores. Assim, você terá a certeza de que podemos auxiliar, com produtos de qualidade para a sua necessidade.