<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    Steve Jobs e a maçã

    Entenda o legado do gênio que revolucionou o mundo corporativo

    Steve Jobs, co-fundador da Apple Inc. em 1976, nascido em 24.02.1955 em Palo Alto - Califórnia, faleceu em 05.10.2011 e o mundo parou para comentar seu legado. Mas o que esse homem fez de tão especial que causou tamanha comoção em pessoas que estão até milhares de kilometros de distância?

    A resposta é tão simples quanto interessante: inovação e qualidade. Através da associação de seu nome à excelência na linha de produtos da empresa, Jobs se tornou um mito da era digital. À medida que novos produtos surgiam, sempre com tecnologias revolucionárias, maior era a projeção do executivo. Em 1986, comprou a Pixar Studios (responsável por filmes de animação de estrondoso sucesso como Toy Story Procurando Nemo e Carros) e, alguns anos depois, após novas transações comerciais, se tornaria o maior acionista individual da Disney.

    Mas, afinal, o que Jobs fez pela EVEO? Podemos afirmar que, se crescemos na velocidade atual, podendo atingir aumento de até 50% no faturamento em relação ao ano anterior, muito se deve aos produtos desenvolvidos por ele. São vários os MacBooks Pro espalhados pela empresa (diretoria de produtos corporativos, gerência geral e de tecnologia, líderes comerciais e operacionais, etc.).

    "A mudança é evidente já na primeira vez que você utiliza um Apple, seja um MacBook ou um iPhone. Trata-se de um padrão completamente diferente de qualidade. Atribuo grande parte do sucesso do trabalho desenvolvido na EVEO às ferramentas desenvolvidas por Steve Jobs. Levo a empresa no bolso em meu iPhone." - João Junior, gerente geral da EVEO

    "A EVEO é uma empresa que surgiu do empreendedorismo e cresceu também graças a outros empreendedores. Analisar o legado de Steve Jobs é uma lição para qualquer empresário não só do segmento de tecnologia, mas de qualquer mercado que demanda empreendimento constante. Foi uma perda irreparável para o mundo dos negócios." - Vicente Neto, diretor geral da EVEO (que ainda não se rendeu ao MacBook, mas é usuário do iPhone desde sua primeira geração)

    “Nascemos, vivemos por um momento breve e morremos. Tem sido assim há muito tempo. A tecnologia não está mudando muito este cenário”
    Jobs, Steve (Revista Wired, fevereiro de 1996)