Falar com um consultor

    Categorias

    O que o cloud computing muda nos serviços de hosting?

    Podemos começar essa matéria destacando que já está mudando, e que mudará ainda muito mais. Mas o que? Como? Onde?
    O cloud computing para serviços de hosting, mais especificamente como solução para hospedagem de sites e sistemas, já está trazendo um grande benefício tanto para as empresas, como para os internautas.

    Quando lança aquela super promoção de passagens aéreas ou começa a vender o ingresso daquele mega show que você estava esperando há anos, ou ainda um blog fez uma sátira muito boa que está bombando na internet, você logo quer acessar o site para conferir também não é? E na grande maioria das vezes você se depara com o site fora do ar ou extremamente lento.

    Isso acontece porque a infra estrutura que hospeda esses sites não estão preparadas para "aguentar o tranco" de tantas visitas assim, fugindo totalmente da sua média do dia-a-dia. E isso não se limita apenas nos casos citados acima, em que a empresa poderia (ou deveria) se planejar antecipadamente para um "boom" nos acessos. Vamos dar um caso então em que a empresa, ou um simples site, pode sofrer com isso sem ter condições de prever?

    Recentemente um consumidor insatisfeito com uma geladeira Brastemp fez um vídeo na internet contando todo o seu problema e o transtorno que ele estava passando; em poucos dias esse vídeo se tornou um dos mais populares na internet, levando a Brastemp a ser uma das "palavras" mais comentadas no twitter. Imagine que por causa disso o site possa ter sofrido milhões de acessos em poucos dias, milhares de acessos simultâneos, podendo assim sobrecarregar a infra estrutura e derrubar o site. A empresa não tinha como prever isso, não é?

    Mas o que essas coisas tem a ver com o tão famoso cloud computing que se fala em todas as revistas e sites de tecnologia?

    Quando um site ou sistema é hospedado dentro de um cloud server (servidor em cloud computing), ele não está vinculado a um único servidor específico como acontece por padrão, mas sim a uma grande nuvem formada por diversos servidores e storages interligados e redundantes. Deste modo, o site além de não depender de um único servidor, que já garante uma excelente estabilidade, tem o poder da elasticidade e pode expandir seus recursos de memória e processamento e depois diminuir novamente para que não fique ocioso, gerando custos desnecessários.

    Na prática, o que isso representa?

    A tendência é que os sites fiquem cada vez mais estáveis e não sofram problemas ao receber um grande volume de visitas, seja devido o lançamento de promoções temporárias seja por algum fator externo. Para as empresas significa também economia, pois com a tecnologia de cloud computing é possível realizar upgrades apenas em um determinado período e depois diminuir novamente, não sendo necessário então investir em equipamentos que depois ficarão ociosos. Isso sem contar também com o fato de que um site sempre on-line não perde vendas por estar lento ou totalmente fora do ar.

    Que tipo de site é indicado hospedar usando a tecnologia de cloud computing?

    É indicado para qualquer site que queira o máximo de estabilidade possível, ou seja, o site pode nem fazer venda nenhuma, mas utiliza muito o email @empresa.com.br para conversar com clientes e fornecedores, e qualquer tempo fora do ar pode ser um grande prejuízo para a empresa. Também recomendamos utilizar a tecnologia de cloud computing sites com um grande volume de visitas em períodos sazonais, como venda de ingressos, compras coletivas, e-commerces, venda de passagens aéreas, universidades, entre outros.

    Uma coisa é certa: o cloud computing veio para revolucionar o mercado de hospedagem de sites, principalmente sites corporativos, e já está revolucionando. Seu site já está nas nuvens?

    -
    Post by @vmneto