<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A segurança sobre os ativos digitais é um assunto extremamente preocupante para muitas empresas. Com os riscos de ataques cibernéticos, o vazamento de dados e informações sigilosas são cenários que podem comprometer o posicionamento de qualquer empreendimento.

    Com a Lei Geral de Proteção de Dados em vigor, a preocupação se torna ainda maior. Por isso, a cibersegurança se tornou uma necessidade para as empresas garantirem maior proteção em relação aos possíveis riscos e trazer mais credibilidade aos seus clientes e funcionários.

    Neste texto, vamos mostrar tudo o que a sua empresa precisa saber sobre cibersegurança. Confira!

    O que é cibersegurança?

    Entender o que é cibersegurança é crucial para você enxergar a sua importância para os negócios e como ela é fundamental para reduzir o risco de ataques e vazamentos.

    Esse processo é um conjunto de métodos e práticas que visam a proteção dos ativos digitais, como dados e informações, contra as ameaças externas.

    Dessa forma, a cibersegurança é uma prática adotada dentro do conceito de segurança da informação visando à proteção de ativos em suas diferentes formas, como os digitais e físicos.

    Entre eles podemos listar os computadores da empresa, servidores, dispositivos móveis, dados armazenados, sistemas eletrônicos, histórico de e-mail, senhas, entre outros.

    Com a cibersegurança, é possível trazer proteção a esses ativos que compõem a tecnologia da informação da empresa e assegurar a sua integridade perante as possíveis ameaças.

    Qual a sua importância para as empresas?

    Tratar assuntos como proteção de dados envolve muitas responsabilidades. Por isso, é fundamental contar com um meio eficiente de eliminar riscos e trazer mais segurança para os seus ativos.

    Nesse sentido, a cibersegurança funciona como um meio de assegurar a integridade dos seus dados e trazer outros benefícios às empresas. Confira alguns deles.

    Assegura a integridade das informações

    Esse é o ponto de partida que leva uma empresa a desenvolver a segurança da informação com a cibersegurança. Garantir a integridade dos dados também traz a credibilidade da veracidade e confiabilidade das informações da organização.

    Dessa forma, as tomadas de decisões podem ser baseadas em dados validados, assegurando também a qualidade dos resultados alcançados.

    Favorece a gestão de mudanças da empresa

    A gestão de mudanças busca trazer mais organização ao ambiente empresarial referente às alterações executadas em aplicações e sistemas. Nesse sentido, contar com a cibersegurança serve como um meio de aprimorar esse processo.

    Com ela, é possível ampliar os seus horizontes e administrar melhor as publicações e evoluções das plataformas da empresa. Assim, ficará mais prático avaliar os riscos iminentes à integridade dos dados e tomar uma medida referente à situação.

    Favorece os esforços dos times de TI

    Além de minimizar os possíveis riscos de ataques e vazamentos, a cibersegurança também serve como uma forma de potencializar os esforços da equipe de TI da empresa.

    Com esse conjunto de práticas de proteção, os profissionais da área não vão precisar monitorar constantemente a rede. Assim, é possível disponibilizar mais tempo para que eles desenvolvam outras atividades, impactando diretamente o desempenho do setor e a qualidade dos resultados alcançados.

    Melhora o seu diferencial competitivo

    O medo que as pessoas têm em relação aos dados é algo extremamente compreensível. Com a LGPD em vigor, as empresas passaram a ser mais transparentes em relação ao uso das informações dos usuários.

    Ainda assim, o receio sobre as possíveis ameaças externas é algo constante que acaba impactando na forma como as pessoas interagem com as empresas. Desenvolver a cibersegurança em seu negócio é uma forma de elevar a credibilidade do negócio e mostrar todo o profissionalismo e seriedade do empreendimento ao lidar com esses dados.

    Essas medidas mudam a forma como o público percebe a marca, elevando a confiança dos clientes em relação às suas práticas. Uma empresa totalmente comprometida com a cibersegurança transmite uma postura responsável e madura em relação à proteção das informações.

    Nesse sentido, é possível se destacar das demais organizações que não investem nessa área ou não dão a devida importância aos dados de seus clientes. Com esse diferencial competitivo, você terá uma grande vantagem contra outras empresas, favorecendo a lucratividade do seu negócio.

    O que a cibersegurança pode evitar?

    Você viu a importância da cibersegurança quanto às possíveis ameaças que podem comprometer a integridade dos seus dados, porém, ainda não citamos quais riscos o seu negócio está exposto caso não tome nenhuma medida de proteção.

    Malware

    Uma das ameaças mais comuns nos ambientes digitais são os malwares. Eles são um tipo de vírus mais conhecidos como “cavalo de tróia”. São programas desenvolvidos para roubar informações e prejudicar o desempenho dos sistemas onde são instalados — além de poder monitorar os computadores e transmitir dados para o hacker.

    Backdoor

    Backdoor é outra prática maliciosa usada para alterar o sistema infectado e favorecer a invasão. Ele permite criar e excluir dados, instalar programas, enviar e-mails e utilizar a máquina remotamente.

    Phishing

    Apesar de não ser um método invasivo como os anteriores, o phishing é uma estratégia maliciosa que muitos usuários acabam caindo. Trata-se de uma espécie de golpe, geralmente enviado por e-mail para as pessoas.

    Nele, é simulado um site similar à da empresa ou instituição real. Com isso, os hackers conseguem informações sigilosas, como senhas de sistemas e dados bancários.

    DDos

    Além dessas ameaças, podemos citar também o DDoS. Essa prática é usada para sobrecarregar os servidores, fazendo com que os sistemas fiquem fora do ar por um período indeterminado. Nisso, o seu negócio corre o risco de perder oportunidades de negócio devido a instabilidade do sistema.

    Spoofing

    Essa prática trata-se de um meio de falsificar o IP de uma máquina ou servidor, fingindo ser um dispositivo confiável. A partir disso, o hacker consegue acesso para atacar os sistemas e máquinas.

    Ataques internos

    Como citamos no início do texto, a cibersegurança não visa a integridade apenas dos ativos digitais da empresa, mas como também da parte física, como servidores e computadores.

    Isso porque existe a possibilidade de existir pessoas com intenções maliciosas dentro da empresa. Dessa forma, esses “profissionais” buscam infectar arquivos e sistemas de forma interna, sem precisar utilizar métodos externos para concretizar seu plano.

    Pronto! Com essas informações, temos a certeza de que você entendeu perfeitamente a importância da cibersegurança para a sua empresa. Lembre-se que a sua equipe de TI tem um papel importante na hora de desenvolver meios de proteger a integridade das suas informações.

    Por isso, aproveite para reforçar a sua leitura com o nosso artigo sobre os 7 sinais que o seu setor de TI precisa ser reestruturado e veja como isso pode ser realizado!