Falar com um consultor

    Categorias

    Empresas de diferentes tamanhos e segmentos estão testemunhando uma verdadeira explosão no que diz respeito ao volume dos dados que armazenam nos últimos tempos.

    Seja isso uma consequência do boom da Internet, da quantidade de e-mails trocados, de um software cada vez mais pesado ou das mídias armazenadas, a realidade é que houve um crescimento maciço que tomou proporções ainda maiores com a pandemia do Covid-19, o que favoreceu a explosão de ataques chamados de Ransomware, cuja prática consiste em criptografar toda a rede, bloquear o usuário e sequestrar seus dados ou arquivos até que ele pague um resgate – geralmente em bitcoins.

    É possível aumentar a segurança dos dados dos seus servidores, como explicado neste post, implementando as seguintes best-practices do mercado:

    1. Escolha um fornecedor que ofereça infraestrutura de qualidade
    2. Gerencie com cuidado as permissões de acesso ao servidor
    3. Treine sua equipe para acessarem e usarem os servidores de maneira eficiente e privada
    4. Não deixe os servidores de lado, mantendo constante atenção e acompanhamento, garantindo que as atualizações necessárias sejam feitas e potenciais riscos mitigados
    5. Tenha um plano para minimizar os riscos, caso haja um problema

    No entanto, mesmo seguindo todos os passos acima, podemos afirmar que um ambiente de TI só está realmente seguro quando ele tem backup. Afinal, nada está 100% imune a falhas. Contudo, apesar de essencial, tal recurso é utilizado com pouca frequência. Entenda neste post como implementar uma solução de backup para a sua empresa.

    Atual cenário dos ataques cibernéticos

    Globalmente, as empresas se surpreenderam com a velocidade e o sucesso de suas iniciativas: estima-se que, em 2020, a transformação digital tenha acelerado e avançado sete anos. O que uma vez foi pensado ser quase impossível, foi alcançado em apenas alguns meses , tendo a tecnologia como protagonista em todas as organizações.

    O trabalho remoto, que colocou o mundo inteiro fora das empresas e dentro de suas casas da noite pro dia, gerou grandes picos de ataques. Segundo a Revista Isto é, a pandemia aumentou em 300% os ataques cibernéticos a empresas privadas no mundo.

    Houve grande aumento em tentativas sofisticadas de ransomware visando hospitais, organizações de saúde e empresas envolvidas na fabricação e envio das vacinas críticas COVID-19, além de organizações governamentais, em todo o mundo. As ameaças colocam em risco todas as organizações, públicas o privadas, de pequeno ou grande porte, independentemente do segmento de negócio.

    Além do Ramsonware – que ganhou grande destaque da mídia com casos de grandes proporções, como o das Lojas Renner, que foi vítima de um ataque que fez os sistemas das lojas físicas, o site e o aplicativo de e-commerce pararem de funcionar, os principais ataques sofridos foram Phishing, Malware, Ataques de Negação de Serviço.

    De acordo com o Relatório de Segurança 2021, da CheckPoint Software, estima-se que o ransomware tenha custado às empresas globalmente US$ 20 bilhões em 2020 (contra US$ 11,5 bilhões em 2019), e a expectativa para 2022 é que esse número aumente ainda mais. O relatório também afirma que 87% das empresas no mundo já passaram por uma tentativa de ataque cibernético.

    Pensando no cenário pós-pandemia, está claro que fará parte das atribuições dos dirigentes uma compreensão maior da importância da cibersegurança para suas organizações, com o objetivo de verificar constantemente potenciais ameaças, o grau de vulnerabilidade dos sistemas e os riscos financeiros de potenciais ataques.

    E como proteger os dados da sua empresa, em um cenário tão caótico? Neste post, você vai entender porque o backup é um dos principais aliados dos gestores de segurança – uma vez que será a tecnologia responsável por restabelecer todo o seu sistema em caso de ataques e garantir a continuidade do seu negócio em caso de qualquer imprevisto.

    Por que o backup garante a proteção dos seus dados

    O backup é uma cópia de segurança dos seus dados, independente do meio pelo qual seja realizado: HD externo, pendrive ou nuvem. Por ser uma replicação dos seus dados em outro local, e é a maneira mais segura de de recuperá-los em caso de perdas (que podem estar relacionadas com ataques cibernéticos, desastres naturais, problema de vulnerabilidade, dentre outros).

    Este tipo de proteção não é exatamente contra o ataque dos hackers, mas, pelo menos, garante que a empresa possa seguir operando de uma maneira um pouco mais completa em caso de acontecer este tipo de problema.

    Se os dados estiverem guardados, seja em um servidor paralelo ou até mesmo off-line, é possível manter o acesso, ainda que com atenção redobrada em momento de crise. Mas, pelo menos, a empresa não para totalmente. Além disso, os riscos que a empresa está exposta por não ter um backup em caso de perder os dados são muitos, como:

    1. Paralisação das atividades com perda de receitas de vendas
    2. Custos financeiros por não cumprir com compromissos assumidos
    3. Problemas jurídicos em função do não cumprimento da LGPD
    4. Ter a reputação da marca prejudicada no mercado

    Em resumo: os backups ajudam a reconstruir sua rede, independentemente do que aconteça. Dessa forma, eles impedem que o seu negócio venha a perder dados importantes, como registros financeiros de clientes, informações sobre produtos, dados da folha de pagamento, listas de mala direta e até planejamentos que ainda seriam colocados em prática. Ter um backup é uma maneira de manter uma rotina mais tranquila e com menos preocupações.

    Qual o melhor tipo de backup para minha empresa?

    Existem, ao menos, dois tipos de backups disponíveis no mercado. O primeiro é o backup local e de rede, no qual são armazenadas cópias dos seus arquivos e documentos importantes em discos rígidos, USB, HDs externos ou outros dispositivos que ficarão conectados aos seus sistemas por meio uma rede local ou WAN (de longa distância), tornando os documentos disponíveis sempre que preciso.

    Apesar deste método ser considerado bastante eficaz, é importante considerar que manter apenas backups locais não é o mais indicado para prevenir a perda de informações – o que, naturalmente, nos leva ao segundo modelo existente: a nuvem.

    Os backups em nuvem são cópias externas e seguras dos dados, nos quais os arquivos são armazenados em uma espécie de servidor remoto cuja acessibilidade se dá apenas por meio de uma conexão com a Internet – independentemente do usuário estar utilizando um computador ou outro dispositivo.

    Essa solução também oferece redução de custos com hardwares e espaço físico para armazenamento. Com este tipo de cópia de segurança, as rotinas são automatizadas, sendo necessário dimensionar o espaço necessário para armazenamento dos dados. Por isso, recomendamos utilizar o backup em nuvem sempre que possível.

    Como escolher o melhor fornecedor de backup?

    Como vimos, a tecnologia consegue oferecer várias soluções para garantir mais segurança e proteção para os dados da sua organização. No entanto, uma prática isolada não garantirá o sucesso do seu backup – muito pelo contrário.

    Primeiramente, é  importante lembrar que o ideal é contar com uma infraestrutura realmente apropriada, respaldada por uma empresa especializada no assunto, que possa gartantir a segurança dos seus dados. Portanto, pense bem antes de escolher onde irá armazenar suas informações mais sigilosas e importantes.

    Em seguida, invista em processos, programas de conscientização e treinamentos periódicos, que em conjunto com um fornecedor de qualidade, farão a diferença na estratégia de backup do seu negócio. E nada de fazer o backup e esquecer dele!

    Nas palavras do  gerente de segurança da informação das Lojas Renner, Adailton Silva:

    “o backup configurado e pronto para ser implementado foi indispensável para o retorno das operações da empresa. Muitas empresas consideram isso como um mal necessário. Mas, você testa o backup? Um plano de recuperação em segundo plano é primordial. Mas e se você vê um backup corrompido a seis ou sete meses? As empresas precisam dar atenção, investir e ter pessoas cuidando disso. A tecnologia não faz tudo sozinha".

    Ter um bom fornecedor ajuda, mas o fornecedor ideal é aquele que te auxilia a implementar as práticas mais indicadas para seu negócio. Com a EVEO, você tem acesso aos principais serviços para data center, especialmente servidores e infraestrutura em nuvem – e claro, à soluções de backup.

    Está pronto para proteger seu negócio? Fale agora com um especialista EVEO!