<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=238571769679765&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Falar com um consultor

    Categorias

    A virtualização de servidores é uma prática essencial no mundo da tecnologia da informação, proporcionando benefícios significativos para empresas que buscam eficiência, flexibilidade e economia. Neste artigo, você saberá mais sobre: 

    • o conceito de virtualização de servidores;
    • as vantagens de utilizar esse modelo;
    • as etapas essenciais para uma implementação bem-sucedida. 

    Vantagens da virtualização de servidores 

    Encontrar a melhor solução de servidores e hospedagem de dados é um desafio diário para a maioria dos gestores de TI, portanto, antes de entrarmos nos detalhes práticos, é essencial compreender as vantagens de investir na virtualização:

    Consolidação de Hardware 

    Tradicionalmente, cada servidor físico executava uma única carga de trabalho. Mas uma das principais vantagens da virtualização de servidores é a capacidade de consolidar múltiplas máquinas virtuais, que podem coexistir em um único servidor físico. Isso não apenas reduz a quantidade de hardware necessário, mas também melhora a eficiência na utilização dos recursos disponíveis.

    Redução de Custos

    A virtualização simplifica a administração e o suporte, levando a uma redução significativa de custos operacionais. Menos servidores físicos significam menos espaço ocupado, menor consumo de energia e menos demanda por refrigeração.

    Além disso, a gestão centralizada das máquinas virtuais simplifica as tarefas administrativas, permitindo que uma equipe gerencie mais recursos em menos tempo.

    Flexibilidade e Escalabilidade 

    A flexibilidade é uma das características marcantes das soluções em nuvem, uma vez que as máquinas virtuais quando criadas podem ser modificadas e movidas rapidamente. Desse modo, a empresa consegue ter uma resposta ágil às mudanças nas necessidades do negócio.

    Outro ponto importante a evidenciar é a escalabilidade simplificada, afinal os recursos como CPU, RAM e armazenamento são dimensionados conforme necessário, sem a necessidade de comprar novo hardware.

    Recuperação de Desastres Simplificada 

    A virtualização é um recurso importante em um plano de Disaster Recovery, minimizando o tempo de inatividade e os impactos nos negócios. Com a capacidade de criar cópias de segurança das máquinas virtuais, em caso de falha, a restauração pode ser realizada de maneira rápida e eficiente. Isso garante a continuidade operacional e a proteção dos dados críticos da empresa.

    Como Fazer a Virtualização de Servidores 

    Com as vantagens da virtualização de servidores em mente, agora é o momento de abordar os principais passos para implementá-la, sem abrir mão da segurança de dados durante a migração para a nuvem.

    1. Avaliação das Necessidades 

    O primeiro passo é identificar as cargas de trabalho ideais para virtualização. Avalie quais servidores e aplicativos são candidatos adequados, considerando a complexidade e os requisitos específicos.

    Além disso, realize uma análise detalhada dos requisitos de cada carga de trabalho. Isso inclui CPU, RAM, armazenamento e largura de banda de rede. Entender esses requisitos é crucial para determinar a capacidade necessária no ambiente virtualizado.

    Priorize as cargas de trabalho com base em sua importância e criticidade para os negócios. Isso ajuda a estabelecer uma ordem lógica de virtualização e a garantir que as operações críticas sejam abordadas primeiro.

    2. Escolha da Plataforma de Virtualização

    Escolha uma plataforma de virtualização compatível com o hardware existente e verifique se a solução selecionada pode aproveitar ao máximo os recursos disponíveis. Um dos principais itens a serem avaliados é a escalabilidade da plataforma. Ela deve ser capaz de crescer conforme as necessidades da empresa. 

    Considere também os recursos adicionais, como ferramentas de gerenciamento e segurança, e as despesas associadas, incluindo custos iniciais e contínuos de licenciamento. Certifique-se de que a solução escolhida ofereça um equilíbrio entre recursos e custos.

    3. Instalação e Configuração

    Selecione um hypervisor adequado para suas necessidades, como VMware, Microsoft Hyper-V Server ou Proxmox. Realize as configurações iniciais, abrangendo aspectos como rede, armazenamento e políticas de acesso, e configure senhas de administrador e políticas de segurança.

    Em seguida, configure recursos essenciais, como CPU, RAM e espaço de armazenamento, para cada máquina virtual. Garanta que a alocação seja feita de acordo com as especificações de cada carga de trabalho.

    Com a conclusão destes passos, sua empresa estará pronta para colher os benefícios. Vale a pena destacar que a implementação precisa de uma manutenção contínua e é importante ter suporte especializado de alto nível para manter o funcionamento das suas operações.

    A EVEO é líder no setor de data centers e oferece soluções personalizadas de infraestrutura para atender às necessidades específicas da sua empresa. 

    Se você está considerando a virtualização de servidores, fale com um consultor da EVEO e leve a sua infraestrutura para o próximo nível.