Falar com um consultor

    Categorias

     

    Os resultados recentes da EVEO mostraram um crescimento surpreendente e rápido, afinal a empresa triplicou de tamanho nos últimos 3 anos. Este ritmo acelerado trouxe a necessidade de investir ainda mais em processos bem estruturados e pessoas que contribuam com a escalabilidade dos serviços. 

    Foi neste contexto que a EVEO decidiu contratar um diretor financeiro (CFO), que terá como desafio a estruturação do departamento, construção do planejamento estratégico, implementação de novas metodologias e processos, além de ser responsável pela aceleração de projetos atuais e desenvolvimento de novas oportunidades em diferentes departamentos.

    O executivo Sergio Alarcon iniciou seu trabalho na EVEO na última segunda-feira (04/07/2022). Formado em Engenharia de Produção pela PUC-Rio e com MBA em Finanças Corporativas pela FGV-Rio, também é Mestre em Administração de Empresas pela COPPEAD-UFRJ, numa das primeiras turmas com formação inteiramente em inglês da instituição.

    Mais sobre o novo CFO

    Nascido no Rio de Janeiro, o carioca também tem origem mineira por parte de mãe e sempre teve um pé em São Paulo por conta da carreira corporativa. Por conta disso, e por estar totalmente alinhado com a cultura da EVEO, tomou a decisão de se mudar do Rio para São Paulo com sua esposa e suas duas filhas recém-nascidas, para assumir este novo desafio.

    Falando em desafio, este é um tema que o Sergio com certeza entende bem. Conta com 15 anos de experiência atuando em finanças, onde começou como Trainee no Santander e na sequência virou Analista Financeiro  Sênior na Oi. Durante seu mestrado percebeu querer ainda mais, participando ativamente de tomadas de decisões para de fato fazer a diferença onde estivesse. Pensando nisso se tornou Gerente de Planejamento Financeiro na Hurb (antigo Hotel Urbano) onde ficou por um ano e quatro meses até que teve a oportunidade de ir para Cultura Inglesa em um cargo com ainda mais responsabilidades, tais como: planejamento estratégico, operações financeiras, tesouraria estruturada e M&A.

    Após três anos e quatro meses de gerência veio a oportunidade de se tornar CFO na Wooza Tecnologia, uma subsidiária da Allied Brasil - responsável pelo gerenciamento de todo fluxo ‘online’ das empresas de telecom - lá cuidava de todo o financeiro, controladoria, tesouraria, suprimentos e jurídico, além da implementação de novas ações para que a companhia fosse incorporada. 

    Já em 2020, decidiu se desafiar ainda mais em outro segmento, liderando um projeto pioneiro no Brasil de implantação e expansão de uma rede de clínicas de estética com conceito de assinatura (Lilly Estética) e se tornando também COO com as áreas de operações, marketing e atendimento. Ao longo de 2 anos inaugurou mais de 25 clínicas em 5 estados e 11 cidades, trazendo novos investidores e a atriz Paolla Oliveira para ser sócia e embaixadora da marca. O projeto já tem previsão de atingir um faturamento de R$ 90 milhões neste ano de 2022.

    Com a chegada de suas duas filhas (gêmeas) Maria Clara e Júlia, em fevereiro, decidiu se dedicar a um dos cargos mais importantes da sua vida, ser pai. Se manteve sócio da empresa, mas se afastou das responsabilidades de liderança nos últimos 4 meses. Agora irá se desafiar em uma realidade diferente, de tecnologia voltada para infraestrutura na EVEO.

    O primeiro contato com a EVEO

    Sergio conheceu o Vicente (CEO da EVEO) por um amigo em comum que indicou a EVEO como um projeto interessante em São Paulo. Visitou a EVEO pessoalmente e entendeu mais sobre a cultura e os propósitos da empresa.

    “Conheci a EVEO e fiquei encantado, logo à primeira vista senti que seria aqui que retornaria. Conversei com o Vicente e o Lucas, surgiu a oportunidade que para mim, é uma mudança importante principalmente porque é uma mudança familiar. Acredito muito no que a EVEO está construindo consistentemente.”, completa.

    A importância de um CFO

    CFO (Chief Financial Officer), ou diretor financeiro, é o executivo responsável por cuidar da área financeira de uma empresa de maneira estratégica com foco em resultados. Antes esta posição era vista como muito mais operacional do que estratégica. Na atualidade as empresas com planos mais bem estruturados tomam todas as decisões baseadas no planejamento financeiro, o que faz desse executivo peça fundamental nos negócios, seja em momento de expansão ou de organização de processos.

    “O diretor financeiro é responsável por efetuar a gestão e o controle de toda a área financeira da companhia, então é ele quem irá reportar os números aos sócios, investidores e mercado, realizar a consolidação dos resultados, manter as operações financeiras da empresa em bom funcionamento (contas a pagar/receber e faturamento) e cumprir com as obrigações fiscais com o governo (tributos e impostos). Além disso, o CFO hoje não deve olhar só para finanças, também precisa participar do negócio, subsidiando os outros departamentos de informações financeiras para tomada de decisão através de um planejamento estratégico bem elaborado, fazendo com que as áreas otimizem recursos e tragam mais valor para o negócio.” diz Sergio.

    Aqui na EVEO, Sergio ainda terá sob sua gestão o departamento de RH, já que faz sentido devido a alta demanda de contratações que estamos passando com o crescimento da empresa. Isso mostra o quanto o profissional CFO precisa estar preparado para as necessidades da atualidade.

    E quais são os planos para o futuro da EVEO?

    Sergio afirma que sua missão será deixar a empresa preparada para crescer ainda mais nos próximos anos, criando processos escaláveis, melhores controles internos e aperfeiçoando a governança corporativa. Tem como meta preparar um planejamento financeiro e estratégico robusto que traduza a visão de negócios da empresa. Além disso, tem como objetivo captar recursos nas melhores condições para subsidiar o crescimento do negócio.

    “Hoje nós investimos na aquisição de equipamentos e uma série de itens de infraestrutura (CAPEX) que se tornam ativos da empresa. A partir dessa infraestrutura nós vendemos soluções que se tornam uma receita recorrente da EVEO. Nesse modelo, precisamos maximizar essa relação entre quanto investimento e quanto trazemos de receita para o projeto, sem perder competitividade no mercado.” complementa ele.